Conselhos para o secundário

28

Ago

Daniela Monteiro

Sem categoria

   A maior parte dos estudantes fica entusiasmada com a entrada no ensino secundário, mas há sempre aqueles que receiam a mudança. Um dos pedidos para o especial foi que abordássemos esse assunto no blog, e eu senti que tinha algumas coisas a dizer.

  •    A tua personalidade, escola, colegas, professores… Tudo isso determina a experiência em qualquer nível de ensino.  Os receios incluem a dificuldade, a quantidade de matérias, os métodos de ensino, a exigência, etc. Posso falar-vos do meu caso e dar-vos umas dicas para estarem mais preparados.
  •    Este ano vou entrar no 11º ano de Ciências e Tecnologias. O meu 10º ano começou muito bem, azedou e acabou a brilhar. Trabalho melhor sob pressão; no início do ano queria “garantir” boas notas, no fim queria mantê-las… mas no meio não havia muita motivação. Não achei o 10º ano mais difícil, ou sequer difícil de todo. Foi um ano normal. A única diferença é que há bastante mais trabalho extra, pelo menos para mim, pois não estava habituada. Ajuda a estudar, mas a verdade é por vezes sabia bem poder simplesmente estudar como no básico.
  •    Os testes dependem dos docentes, mas podes contar que serão mais rigorosos. No entanto, não o são a cada ano que passas? A avaliação é global até ao 12º (penso que em todas as escolas), pelo que agora as cábulas não te valem, nem memorizar sem pensar, pois no último teste terás de decorar livros inteiros… vários. Se tiveres escolhido bem a área, a matéria vai provavelmente ser mais interessante, e por isso bem mais fácil de estudar.
  •    A chave para um 10º ano calmo e sereno é não acumular a matéria. Mais do que nunca, deves tê-la sempre em dia, pois os programas são extensos e é muitíssimo fácil atrasares-te. Não deixes para daqui a uma hora o que podes fazer agora.
  •    Manobrar as disciplinas é uma corda estreita onde caminhar. Não te estou a aconselhar a não estudar. Mas lê os livros no início do ano, para perceber imediatamente onde vais ter de te aplicar mais e quais disciplinas é que, caso seja necessário, podes negligenciar um pouco e recuperar facilmente. Assim não serás apanhado de surpresa pelas dificuldades todas de uma vez só e ir abaixo.

  •    Por fim, devo falar do bicho papão: os alunos de 5 que chegam ao secundário e baixam as notas, passando a alunos de 14/15 e não 20. Bom, como é óbvio, a escala é mais extensa e distingue-se melhor o valor dos alunos. Mas o mais importante é aquilo que tu sabes, e não o número na pauta. Até ao básico, é fácil obter valores máximos sem saber nada de nada. Basta decorar umas palavras, fazer umas cábulas ou pedir ajuda ao colega no teste. As duas últimas ainda acontecem – mas não rendem. Isto porque todos os testes têm versões, as perguntas não são tão “treinadas” e as de desenvolvimento exigem conhecimento. Antes do 10º ano, não me lembro de ter uma situação completamente nova à minha frente num teste, e ser-me pedido para a perceber e comentar. Nem em Matemática. Precisas mesmo de saber, e normalmente as pessoas precisam de estudar para saber.
  •    A menos que tenhas passado os últimos anos sobrevivendo à base de memorização a curto prazo, não tens de te preocupar com a mítica queda de notas. E, se tal acontecer, não é o fim do mundo – apenas tens de recuperar o que perdeste nos últimos quatro anos. Quanto mais cedo, melhor, porque depois de recuperar o velho vais ter de começar a perceber o novo. O meu conselho é que te actualizes durante as férias.

   Este é obviamente um post que reflecte a minha opinião pessoal, e portanto não devem tomar o que digo como inquestionável. Ainda assim, estou certa de que ajuda a desmistificar um pouco o secundário.

   Se houver mais alguma pergunta ou dúvida sobre este assunto, deixem comentário; eu respondo sempre, mesmo que demore

Beijinho, dani

Deixe aqui o seu comentário!

eva diz:

olá, neste momento estou no 9º ano e sempre quis ir para lh e por isso sempre negligenciei as discilpinas de ciencias e matematica. Mas ultimamente tenho andado a interessar me bastante pelas saídas profissionais de ct. agora estou na dúvida se vou para LH e tiro uma boa média, mesmo não sabendo o que quero ser no futuro ou vou para CT e tento ter positiva a matematica (tenho negativa a matematica á 2 anos e quase negativa a fisico quimica) tiro uma média baixa mas a saída profissional é enorme. estou indecisa e estive a ler os comentários e ainda fiquei mais. O que devo fazer?

Maria diz:

Olá neste momento estou no 10 ano até aqui sempre tive 5 a quase todas as disciplinas mas este ano apenas tenho 16 a fisica e quimica ,17 a biologia e a matemática e pior 15 a português no 1 período tive melhor mas agora no 2 tirei estas notas não sei como passei de 2 a não ter nem um 19 ou 20.
Alguém me pode dar um conselho é que estpu a stressar e nao consigo atingir os meus objetivos.

Mel diz:

Olá! Eu estou no 9 ano e passo a vida a mudar de escola, o que me ajuda a ambientar mais facilmente à forma como os professores conduzem as aulas. Mas, na verdade, estou muito nervosa para este salto para o secundário. Eu queria muito seguir ciências e Tecnologias, estou a esforçar-me muito para subir as minhas notas a todas as disciplinas que irei ter no secundário, mas continuo muito insegura. Até os meus professores dizem que é a área mais difícil, é realmente verdade que poderei não conseguir? 

Maria diz:

Olha neste momento estou no 10 e posso dizer-te que é bem mais difícil mais matéria e exigência e muito estudo.

Filipa diz:

Olá!! O meu Nome é Filipa e estou agora no 10ano em Ct. Eu sou muito exigente comigo e própria mas também muito insegura… Já fuz alguns testes e correram bem mas não tão bem Como queria… Sinto que me faltou algo e estudo não foi pq eu sou bastante estudiosa…. Também queria muito entrar no quadro de honra e, para isso, tenho que ter media de 16 em todos is periodos, incluindo este. Tenho muito medo de não conseguir alcançar as not as que queria. Ate porque terminei o 9 ano com 5 a tudo…. Desculpem o desabafo. Beijo.

TheSimpson'sGirl diz:

Olá pessoal. Estou neste momento a iniciar o 10ºano em Ciências e Tecnologias e estou completamente desesperada. Tenho ataques de choro na escola e em casa, ataques de pânico a atualizar os resumos e a fazer os tpc, só consigo pensar em acabar aquilo e só me dizem que os testes são bué difíceis, e que há gente que chora no teste por causa disso. Os meus pais tem sido espetaculares para me ajudar a lidar com isto, mas eu sei como lidar com tanta pressão ( que os meus pais não me impõe, atenção, porque eles são liberais e sabem que eu tenho de escolher e fazer sozinha), tanto medo e tanto pânico. Se alguem me pudesse dar uns conselhos agradecia

Miriam Teixeira diz:

Olá…
Estou no 12 ano de ciências e tecnologias… e posso dizer te que o ensino secundário não é um monstro como querem fazer dele…claro que é uma fase exigente e importante da tua vida mas calma… tu és capaz se te esforçares e deres o teu melhor!
vou contar te uma experiência.. no primeiro teste de matematica do 10 ano eu sentia que tal como tu sentes podia nao ser capaz, as coisas podiam correr mal, andava stressada, ansiosa, nao dormia adequeadamente… e tirei uma nota media… 15 valores… e depois pensei …espera…se no estado de nervos em que estava atingui este resultado entao estou a espera de que para passar a acreditar em mim e andar mais calma porque isso ate me ajuda a tirar melhores notas? Pensei e tentei aplicar isso e subi para 19,5… nesse teste havia um exercicio que eu nao estava a conseguir fazer por nada… mas insisti,persisti e nao desisti e descobri a correta resolucao depois de mais de vinte minutos a tentar descobrir!
Força nisso…acredita em ti e nos teus sonhos.. sê feliz enquanto trabalhar para aquilo que queres…nao desistas perante as adversidades…faz muiiiiitos exercicios para consolidar bem a materia e acima de tudo: CONFIA EM TI!!!!!

Joana Maia diz:

Obrigada pelo topico! Ajudou-me imenso a perceber como é que vai ser este meu início de 10°ano em Ciências e Tecnologias Smile

Sofia diz:

Olá! 
Eu tenho uma amiga que está num caso um pouco dramático! Ela está no décimo ano e no primeiro período teve uma classificação razoável e acontece que neste segundo periodo que terminou teve uma classificação que talvez se possa dizer que o trabalho que realizou neste periodo foi inferior ao anterior! O professor diz que ela tem de treinar gramática e escrever textos e ler muito e ela agora está a ler um livro , a estudar gramática etc.
Nota-se na minha colega que está interessada a melhorar está muito apavorada e  isso não faz bem nem a ela nem a quem convive com ela. Achas que me podes aconselhar sobre uma forma de estudo para ela

Marina diz:

Estou no 11º ano e estou num curso que odeio, ciências e tecnologias. Sinceramente sinto que estou presa neste curso, visto que as provas de ingresso que necessito para ingressar no curso dos meus sonhos estão todas no curso de humanidades. A minha inscrição no curso de ciênciasteve haver com os meus pais e com o facto de eles acharem que iria ter mais saída a nível profissional para mim. Agora que está quase a acabar o 2º periodo sinto cada vez mais que tenho que mudar ou então vou continuar a ser completamente infeliz num curso que odeio!
Gostava de saber se alguém sabe como posso fazer humanidades sem voltar para o 11º ano.
Obrigada!

Daniela Monteiro diz:

Olá Marina,
Informa-te na secretaria da tua escola (certifica-te que falas com alguém competente, e várias pessoas de preferência) sobre o teu caso. Devo dizer-que que, em último caso, se for mesmo necessário “perderes” dois anos, será preferível a estudares e trabalhares numa área que não te dá prazer. No entanto, o secundário não é assim tão determinante como pensas. Informa-te também se podes fazer essas provas de ingresso nos exames nacionais, mesmo que não mudes para humanidades. Beijinho e boa sorte!

José Luís diz:

Olá a todos,

Antes de começar a dar-vos conselhos sobre o vosso receio em iniciar os estudos no ensino secundário, deixem-me contar-vos uma pequena história que está intrínseca na minha biografia e que certamente vos dará forças para sucederem num período decisivo das vossas vidas; um período que  vos marcará para sempre como o período  em que ultrapassaram as paredes da ingenuidade e inocência para se tornarem em pessoas mais cultas.

Para começar, digo-vos que sempre fui um rapaz que gostou de se divertir: saía todos os dias com os meus amigos do bairro, jogávamos à bola, às escondidas,inventávamos novos objetos com as mais desprezáveis ideias que alguém tivesse. Enfim , o período da infância mítica que por já passámos. Entretanto, com a vinda das novas tecnologias, começaram a vir as consolas, os jogos de computador, o que resultou num decréscimo do número de crianças na rua. Devido ao receio que os pais tinha das crinaças em estar na rua ,  aliado às tecnologias que os miúdos adoravam, estes permaneceram em casa, e por ali ficaram… um, dois , três e … mais anos. O tempo passou e já todos estavam na adolescência.Lembro-me que comecei a jogar um jogo chamado League of Legends quando tinha 12 anos ( dezembro de 2010). Ao início, jogava aquilo casualmente sem ter grande interesse por aquela atividade lúdica. No entanto, quando terminei, na altura, o 7º ano, comecei a gostar imenso daquele jogo, ao ponto de que ficava colado diante de um ecrã possivelmente dois terços do dia. Pior ainda, isto durou até ao 9º ano. Viram bem ? Até ao 9º ano! Que quer isto dizer ? Isto apenas sumariza tudo aquilo que foi a escola para mim durante esse período: nada . Estava completamente viciado no jogo e apenas anseava tornar-me profissional no mesmo. Para mim a escola já não significava nada . Não prestava atenção nas aulas , não captava nada do que os professores diziam nas aulas. Para os testes, apenas estudava de véspera memorizando tudo quanto possível para obter a nota mínima para mim pretendida: Bom . Ainda assim , conseguia obter esta nota, mas, como o meu estudo era baseado na memorização e não na compreensão nem na racionalização, acabei por não aprender coisa alguma. Pior, como não captava nada nas aulas , não evoluí muito a minha cultura , pelo que a minha escalada cognitiva durante grande parte do 3º ciclo do ensino básico foi praticamente nula. Aprofundado mais a minha história de vida  e chegando ao ponto onde quero chegar, quero começar por dizer que evoluir é saudável e fundamental para o processo escolar porque, até podemos ter grande maturidade para um certo ano escolar mas, se a partir daí não evoluirmos mais , então certamente chegaremos a um ano escolar onde a maturidade retrógrada não será suficiente para manter os bons resultados, já que esta propriedade da consciência humana é essencial na aquisição de novos conhecimentos. Falo-vos agora do caso do 9º ano.  No 9º ano , comecei a ter grandes problemas com a matemática. Não tinha adquirido ferramentas essenciais nos dois últimos anos da disciplina e como tal , tinha falta de bases necessárias para avançar na montanha do conhecimento. Comecei a ver-me perdido. Comecei a ter notas baixas nos testes , quase negativa. Comecei a consciencializar-me de que estava perdido e que o meu percurso escolar foi uma lástima e que estraguei a minha vida pelo simples facto de me ter desleixado para a escola. E assim foi , comecei a ter problemas de concentração e as minhas notas desceram e muito. Estava no cúmulo mais reverso da minha vida. Não havia ponta para me reconstruir , dizia eu. E a angústia acumulava-se cada vez mais…. Mas…. Chega o dia D em que  fui sair com o meu grupo de amigos e, ao que tudo indica, a minha consciência parecia ter-se animado e esquecido da circunstância negativa em que vivia. Trata-se de que ,no final da noite, quando ia dormir, chegou à minha mente a ideia de que queria seguir Medicina. Sim , Medicina . E mais, na Universidade do Porto , onde ambas as Faculdades de Medicina , S: João e Instituto de Ciências Biomédias Abel Salazar , são as instituições de ensino nacionais que exigem maior classificação final escolar. Devia estar a delirar ou mesmo inconsciente daquilo que dizia mas , o que é certo é que havia uma determinação em mim , de causa indeterminada, que me dizia que eu conseguia e que tudo era possível de eu realizar porque eu era o MELHOR. SIM ! EU ERA O MELHOR ! Sempre foi esta a minha mentalidade a partir deste dia. Não pretendia com isto ser arrogante ou menosprezar os meus colegas ou outras pessoas , mas sim ser ambicioso, ter esperança e confiança  em dar tudo o que a minha capacidade oferecia para enfrentar as maiores batalhas da vida. O medo que em mim se alojava, tal como a poeira no ar ao fim de um grande terramoto, finalmente desapareceu e assentou . Deixei de ser circundado por um véu da ” constrição ao eu” para se abrir o horizonte e enfrentar novos caminhos. Comecei a pôr tudo de mim no mínimo que fazia ( tal como dizia Ricardo Reis , heterónimo pessoano ). Lembro-me que após este período bastante inovador e para alguns de vós , estranho e bastante poético, tinha o teste intermédio de matemática do 9º ano à porta. Lembro-me que trabalhei o máximo que pude para tirar uma grande nota. No final  após ter feito o teste e ter sido entregue, a nota que me apareceu foi apenas um Bom baixo. O que tinha acontecido se tinha acertado todos os problemas que exigiam resolução detalhada ? Bem, acontece que os itens de seleção ( escolha múltipla) estavam todos errados. Sim… todos errados! Eu estava frustrado , não por ter tido aquela nota mas porque errei exercícios capazes de resolver e por não ter mostrado aquilo que realmente valia. Não desisti , continuei a estudar e , no último teste de matemática do 9º ano , antes do exame nacional , tive Muito Bom . A professora estava espantada e  eu também porque cheguei longe, para além de que a minha  auto-estima estava no expoente máximo . Entretanto , chegou a altura dos exames e eu não estava com medo , aliás estava com uma confiança indescritível. Só queria que me pusessem os exercícios mais difíceis à frente para provar a todos e a mim mesmo da minha capacidade e do meu grande trabalho desempenhado para a EVOLUÇÃO . Posso dizer-vos que tive 100 % no exame nacional de matemática do 9º ano. Só me apetecia dar um grito de enorme amplitude até esgotar todo o ar residual pulmonar. Finalmente! Dizia eu , Atingi aquilo que sempre quis : o Eu. Sim este é o vosso principal caminho para o sucesso , atingirem-se, porque nunca é tarde para se conhecerem , têm de confiar em vós próprios e projetar objetivos pois é isso de que a vossa vida é feita.Sem objetivos não vivemos e , se não vivermos , não nos conhecemos. O prazer da vida é o autoconhecimento.

Terminado o ensino básico, matriculei-me no ensino secundário no curso de Ciências e Tecnologias.Ao início, tudo era diferente, o ambiente escolar, as matérias, a exigência,assim como a minha pressão resultante da ambição de alcançar uma média elevadíssima para entrar na faculdade que pretendia. Posso dizer-vos que no início, achei difícil a adaptação e as notas do primeiro período não foram aquelas que tinha projetado.É normal acontecer isto, todos os anos se passa o mesmo a todos os alunos , quer seja aos melhores, quer seja àqueles não pretendam alcançar uma média alta.Mas, não fiquem nervosos ou desiludidos com vocês próprios porque vocês apenas podem ganhar aprendizagem nesta circunstância. Podem aprender com os erros e analisar aquilo que fizeram bem e aquilo que não fizeram tão bem,projetar uma maneira de corrigir aquilo que não ficou bem feito e , de seguida, pôr mãos à obra e melhorar tudo logo a seguir no 2º período. No entanto , para que não haja surpresas , agarrem-se ao livros desde cedo e não deixem acumular matéria porque se fazem isso podem perder o controlo e aquilo que apenas seria uma bola de neve torna-se numa avalancha. Disciplinas como Biologia e Geologia , Matemática A e Física e Química A façam bastantes exercícos e não caiam no pressentimento de acharem que a disciplina de Biologia é só decorar. Não é . Posso dizer-vos que se apenas decorarem , não vão alcançar os vossos tão desejados 19 e 20 porque a matéria que vos calha nos testes não é de resposta rápida fruto da memorização mas sim de aplicação de conhecimentos. Por isso vos digo façam muitos exercícos de Biologia , vão ao site do Iave , façam exames , testes intermédios , interpretem os textos porque apenas têm a ganhar com isso e já levam bases e treino para os exames, tão essencias em cursos como medicina onde também precisam de ter altas notas. Posso acrescentar que quem decorar a biologia sem perceber , tem uma grande descida no exame em relação à nota da escola. Garanto-vos . Por isso façam tudo por perceber e utilizem o método de fazer associação entre matérias em vez de as compartimentarem porque a nossa mente é associativa , isto é , tende a criar padrões e a relacionar conhecimentos e não a colá-los e guardá-los inconscientemente como acontece quando memorizamos apenas. Em suma, se memorizarem , vão esquecer no dia seguinte , não aprendem e vão baixar bastante a nota no exame. Se perceberem  e fizerem associações , vão ter grande prazer em saber , vão ter interesse em aprender e a vossa nota de exame será brilhante. Mais uma coisa , prestem muita atenção na aula. Há pormenores que os professores dizem que são muitíssimo importantes e que nunca mais se esquecem, mesmo após alguns anos. Para além disso , quando se presta atenção na aula , adquire-se mais de 50 % da matéria. 

Em última análise , aconselho-vos a não descurarem as matérias , estudem para perceber e não para decorar e esquecer , estudem desde o 10º ano com o objetivo de tirar 20 nos exames nacionais e tenham vontade em serem pessoas melhores, tanto a nível interpessoal como a nível cognitivo. Ah , e mais importante , confiem sempre em vocês , mesmo nos momentos mais apáticos e abúlicos da vossa vida , porque é preciso ser-se natural e “assim como o poente é belo , também é bela a noite que fica” e todos nós aprendemos dia a dia. Para terem um exemplo concreto, consegui entrar em medicina no porto , porque acreditei.

Sucesso para todos vós e alcancem tudo o que pretendam e mais além !

(peço desculpa por eventuais erros ortográficos ou de pontuação , visto que escrevi este texto em pouco tempo sem oportunidade de rever.) 

Gonçalo diz:

Olá Luís Chamo,me Gonçalo
O meu sonho tambem é ser médico, mais especificamente pediatra. Estou no 9ano e não se pode dizer que tenha más notas; a Matemática por volta dos 70, 80 a Ciências o mesmo e a Fisico Quimica também. Também já realizei testes psicotécnicos que me deu como resultado as Ciências.
Acontece que estou nervosissímo por entrar nesta nova etapa da minha vida: os meus professores estão sempre a assustar me e eu já não sei o que pensar. Como irei resolver esta indecisão que irá afetar a minha vida

Já agora eu quero estudar muito nas férias e acha que eu deva rever a matéria que dei nestes 3 anos ou avancar já para a do 10ano?

Marta diz:

Olá Gonçalo, à um ano atrás estava assim como tu. Provavelmente já terás feito a tua matricula para o 10º ano, mas fica aqui a minha opinião. Eu tambem tinha essas notas no 9º ano, mas isso não implica que consigas ter melhores notas no 10º ano. Eu lembro-me que no 9º ano tirava 70 a matemática e agora, no 10º ano, acabei com 18!! Não podem ser as tuas notas do 9º ano que impliquem a tua entrada para a área que tu queres!! A tua determinação e a tua ambição irão te conduzir para o melhor caminho.
Quanto ao estudar nas férias.. Não te preocupes assim tanto! O 10º ano é um bocadinho mais dificil mas nada que não possas suportar. Por isso se quiseres estudar só para reveres algumas coisas fá-lo só a matemática, porque as outras disciplinas a matéria vai mudar um bocadinho!!
P.s.: Não penses que filosofia vai ser uma disciplina que vais gostar muito porque não é ahaha
Se tiveres mais alguma questão pergunta

Inês Moreira diz:

Olá, adorei o post. 
Vou para o 10°, e a minha media no 9° foi de 4,5 (em 5). Vou seguir ciências e tecnologias, mas ainda não sei o que vou seguir no futuro. O meu interesse pelas diversas disciplinas, vai ser por onde me vou guiar, porque não tenho noção nenhuma de como é o secundário. 
Estou muito preocupada e com medo de baixar muito as notas. Neste momento estou a estudar para o exames nacionais do 9 ano, e estou a fazer exames de outros anos. E principalmente a portugues estou a ter muitas dificuldades nos tipos de textos que saiem, na parte da interpretação dos mesmos. E eu sei que no secundário os textos vão ser ainda mais difíceis de compreender e tenho muito medo de ter agora uma nota má no exame, e não conseguir acompanhar o ritmo do secundário. 
Com os conhecimentos que eu tenho, tiro pelo menos um 4 tanto a português como a matemática, mas isso para mim não chega. Sou muito ambiciosa e quero tirar um 5 nas duas, custe o que custar. Por isso é que o secundário me está a assustar. Porque eu sei que se não tirar uma nota superior a 17 ou 18 não vou ficar satisfeitaThinking

Loreta diz:

Olá eu vou para o ano entrar para o 10º, infelizmente podia estar no 11º ano, mas como perdi dois anos, atrasei, felizmente, decidi mudar a perspectiva e com mais objectivos, sempre pensei que a área de Ciências não seria a minha opção, mas actualmente estou mais decidida a ir para esta área, e estou muito entusiasmada em medicina, mas tenho um enorme medo de não ter as notas necessárias, nunca fui aluna de 5, até já tive notas bem baixas, daí ter perdido, mas agora até sou aluna de 4’s, não de 5 e isso parece bastante difícil, e estou muito assustada porque quero mesmo ter notas boas para entrar em medicina, mas não sei qual o método certo ou se serei capaz e isso dá-me medo… O que achas que devo fazer? Será que consigo?

Pedro diz:

Olá eu estou a acabar agora o 10ºano, e o meu objetivo era ir para medicina, só que já estive a fazer as contas e pelos vistos a minha média este ano vai ser de 17. fico preocupado com isto porque atualmente a media e por volta dos 17,5/ 17,8 e tenho medo de nao conseguir uma media superior. Na tua opiniao achas que , no geral, os alunos vao subindo as notas ao longo do 10, 11 e 12? Tinha mais uma pergunta, no 12 para eu puder seguir para medicina, se tudo correr bem e necessario ter quimica e biologia ou posso escolher uma delas? Obrigado gostei muito de post pois descreve perfeitamente o 10 ano. BJOS

Obrigada pelas opniões, eu tambem quero seguir ciencias e tecnologias (enfermagem)
eu sou aluna de 3 e 4. desculpa a pergunta quais sao as disciplinas que tens?
Podes falar sobre isso pff.

Mariana :) diz:

Olá, tal como o Tiago, gostava que escrevesses de novo neste blog. Acho que esta publicação está mesmo muito bem feita e interessante. Acabei agora o 10º ano em ciências e tecnologias tal como tu e concordo a 100% com tudo o que escreveste à 3 anos atrás.
Gostava que escrevesses agora sobre os restantes anos do secundário.
Eu acabei o 9ºano com 5 a todas as disciplinas e agora acabei o 10º com média de 17.5 val. Digo isto de certa forma para dizer ao Tiago (que é o comentário mais recente que se encontra) que basta continuares com os teus métodos. Eu também sou mais de estudar em cima da hora, claro que no secundário tive de começar a ler a matéria que demos ao final do dia porque tens de ir minimamente preparado para as aulas mas estudar a sério, também é só antes dos testes. Aliás, tentei mudar radicalmente os meus métodos e não correu bem, por isso o meu conselho para ti é que, mesmo que tentes mudar ou rever os teus métodos, nunca te esqueças que quando precisares, os teus antigos métodos de estudo irão dar certo.

Tiago diz:

Olá Grin

Antes de mais parabéns pelo excelente post que aqui fizeste (: Irei para o 10º ano e gostei do esclarecimento, aproveitei e ‘bisbilhotei’ o vosse site a procura de outros posts do genero e encontrei (tambem de qualidade)..

O que te venho pedir (ou então à ‘Camila’, visto serem da mesma area), visto este post ser de há 3 anos e neste momento voces já terem concluido o secundário é se podem fazer um post do género a falar do secundario em geral e das disciplinas (tambem vou para ciencias e tecnologias) bem como os métodos de estudo (bastante importante) que tiveram ao longos dos 3 anos ou outros assuntos que sejam importantes de revelar Wink

Acabei este ano o 9º com 4 a pt e fr e o resto 5, mas o receio que tenho é como irei organizar hábitos de estudo, porque até agora estudei de vespera e se agora não consigo arranjar bons hábitos de estudo (que ja devia ter) as notas vão baixar.. A única diferença nas disciplinas em relação a voces é que irei ter espanhol (iniciação) inves de inglês.. Porque como é iniciaçao talvez seja mais acessivel tirar melhores notas..

Espero que uma de voces veja este meu coment Grin
Desde já obrigado :3

Rafael diz:

Desde já queria dizer que gostei bastante dos concelhos mas preciso de ajuda um bocado mais precisa. Eu sou um aluno de 4/5 nestes últimos quatro anos do 2º/3º cilos mas está numa altura de tomar decisões que no meu caso podem-se reflectir no resto da minha vida pois “não da para voltar atrás”.
É assim, eu sou melhor ás disciplina de História e Geografia mas não um “péssimo aluno” ás Matemáticas e ás Ciências ( um pouco mais alto que mediano ) mas a questão é que eu preciso, para ingressar onde eu quero ( academia militar de Lisboa) de tirar média final de 16 a Matemática no final dos 3 anos de secundário. O meu problema é que não sei se apostar nas ciências e tecnologias é demais para mim, ou simplesmente mais uma aposta na vida que tanto posso ganhar como perder, dependendo apenas de mim.

Agradecia a resposta porque pode ser muito útil e uns concelhos mais não faz mal a ninguém haha.

Obrigado

Cris Pinheiro diz:

Ola eu vou este ano para o 10º, para ciências e tecnologias… estou com muito medo, porque nas férias não peguei nos livros… e por isso tenho medo de me perder pelo caminho… também tenho medo/receio dos novos colegas, sou muito envergonhada… e por isso as vezes tenho medo de responder mal… por isso calo-me e simplesmente não respondo.!
Gostei muito dos teus concelhos… e espero que eles me ajudem na minha ida para o secundário

Gabriel Pacheco diz:

Quantas horas por dia aconselhas a estudar ? É possivel subir de média de 15 para 19 até ao final do 12ano ? (Estou no 10)

carolina diz:

Gostei muito dos conselhos, espero que me ajudem imenso no 10ºano, tenho algumas duvidas como estudar para filosofia ? pois estou um pouco confusa em relação a como estudar.
de resto gostei de tudo pois toda a gente me diz “aí o 10º ano é mais difícil, temos de estudar muito mais …” não é que não seja mas deixou-me de pé atrás em relação ao 10º ano

beijinhos e continua a fazer estes artigos

Raquel diz:

Olá Smile Gostei mesmo deste post, mas se já estava um pouco nervosa em relação ao décimo ano, então agora…
Também estou em Ciências e Tecnologias, podes-me dizer se este ano há muitos trabalhos? Individuais ou em grupo?
Quanto a calculadoras gráficas, achas que vale a pena comprar uma mais cara, ou o preço deve-se à marca? Têm funções muito diferentes? :S

Dani diz:

Não há nada a temer. É uma escola, com professores e coisas para saber, como todas as outras (;
Isso depende dos teus professores
Eu aconselho-te a comprar a TI-84 ou a Nspire. Tenho a TI-84 e não me falta nada, mas a Nspire tem mais funções. Tens aqui a lista de máquinas admitidas a exame: http://www.dgidc.min-edu.pt/jurinacionalexames/index.php?s=directorio&pid=13

Raquel diz:

Estive a ver a TI-84 na staples e em princípio compro essa, obrigada Smile

nicole diz:

olá. ainda só ando no oitavo ano mas já fiquei intimidada! bom post!

Dani diz:

Ainda bem! Talvez assim percebas a tempo que o mais importante na escola é aprender, e não os números na pauta, que de qualquer forma antes do 10º não valem para nada. É preciso andarmos de olhos abertos, mas não tens de ter receio de nada. Apenas deves preparar-te bem, para que mais tarde não fiques intimidada Smile

Maria diz:

Acredita que não precisas de ficar.
No máximo de duas semanas habituas-te à nova rotina.

Daniela diz:

Adorei Smile muito bom mesmo

Catarina diz:

Vou para o 10º ano de ciencias e tecnologias e preciso de uma recomendação de uma calculadora gráfica, qual é que recomendas? qual é a tua?

Dani diz:

Eu tenho uma TI-84, mas se tiveres as possibilidades, a melhor das melhores é a TI-Nspire, penso eu

Susana diz:

Sim, nisso tens toda a razão, da maneira que isto vai se os jovens querem ter um futuro promissor mais vale que começem a pensar em emigrar. Medicina também sempre me interessou bastante, nomeadamente a pediatria, nutricionismo e cardiologia Smile Este ano vou para o 10º de Ciencias e Tecnologias, vamos ver como me safo, confesso que me baldei imenso no 9º, deixei completamente e estudar porque me desanimei imenso com as injustiças, a turma e os professores que odiava. Acabei com 4 a tudo… Se me aplicar a sério achas que consigo boa média? Assim uns 15 ou 16?

Dani diz:

Se tiveres as capacidades de um aluno de 4 e te aplicares desde o início, a sério, até podes ter média final de 20. Mas aconselho-te a fazer umas revisões nestas semanas que ainda faltam para o ano começar
Beijinhos

Ana diz:

Olá! Gostei imenso deste post , visto que vou iniciar o meu 10º ano no curso de ciências e tecnologias este ano. Assimilei muito bem os conselhos que deste mas tenho algumas dúvidas:
a) Educação física nunca mexeu muito na tua média? Os professores são mais exigentes nesta disciplina?
b) Nunca tive grandes dificuldades , nem em matemática nem em f.q. , dado que me bastava estudar para obter níveis 5 , mas gostava de saber se a matéria nesta áreas se dificultou muito este ano ?

Os meus parabéns pela tua excelente média e bom ano lectivo .
Obrigada e beijinhos (:

Dani diz:

A exigência dos professores depende dos professores. Como tive testes teóricos a Ed. Física e também não sou nenhuma nódoa, não me mexeu muito com a média. Pelo menos não no último período
Tal como disse no post, achei o 10º um ano normal, e a dificuldade pareceu-me a mesma. Não notei diferença nenhuma para além do trabalho extra. Mas cada pessoa reage de forma diferente. E não te esqueças que este ano tens biologia, o que para muita gente é uma dor de cabeça. Isso já tem mais a ver com a área para onde estás mais direccionada

Obrigada, para ti também (:

lisandra diz:

Bem, o que disseste é bem verdade em relação à mudança do 9º ano para o 10º ano por causa das notas. Deste um bom exemplo como é o secundário, não é nenhum monstro mas exige mais trabalho. Vou para o 12º mas curso profissional.
Um bom 11º Wink
Beijinhos *
~ novinho em folha: http://chocolateandstrawberry.blogs.sapo.pt/

Dani diz:

Obrigada, bom ano para ti também Wink

Inês diz:

Olá, Dani!
Primeiro que tudo, dou-te os meus parabéns pela tua excelente média! Continua assim!
Eu vou agora para o 10º ano, ciências e tecnologias (sempre gostei mt desta área) e confesso que estou um bocadinho nervosa, mas penso que é normal … Tenho um bocadinho medo que baixe as minhas notas, mas eu sempre me apliquei mt. Quanod acabei o 9º ano, tive 5 a tudo menos a Educação física que tive 4 xD Confesso-te que vi muitas injustiças, pois havia colgeas meus que não faziam praticamente nada e tinham 5 na mesma… Sei que agora esta nova escala vai ajudar a separar melhor as capacidades dos alunos … mas continuo a ter mt medo que baixe as minhas notas … embora esteja preparada e convicta que me vou esforçar bastante! Smile
O que achas?
Obrigada por este maravilhoso post!
Bjs

Dani diz:

Obrigada, Inês Smile
Como disse no post, desde que estejas segura do que sabes, não há nada a temer. Mas quem não está habituado a estudar, pouco ou nada sabe do que estudou nos últimos anos e não tem métodos de estudo vai estar à rasca, pelo menos até se habituar
Quanto ao que disseste, não acho que isso seja injustiça. Pessoalmente pouco fazia para ter 5’s e ainda assim sabia a matéria, como é óbvio. Todos temos métodos e capacidades diferentes, alguns alunos têm de se esforçar mais do que outros. Sinceramente, tenho muito mais orgulho no meu 18 a matemática do que no meu 20 a inglês. O 18 foi mais difícil, de longe!
Beijinhos fica bem

Inês diz:

Mt obrigada, Dani Smile
Mais uma vez, parabéns pelas tuas notas Grin
Bjs

Catarina diz:

Olá Dani, li o comentário sobre quereres medicina . E notei na frase ‘Também há que ver se existem possibilidades financeiras para estudar num Portugal que nem tem dinheiro para meias, ou se terei de mudar de país ainda antes disso…’ , a minha irmã que não tinha média p+ara entrar em medicina cá (por causa de educação fisica (estou para ver que vai acontecer o mesmo a mim :s )) foi estudar para a Republica Checa, em Pilzen. e de facto está a adorar . O que ela nos diz é que aquilo não é tão teorico como em Portugal : por exemplo , em portugal tem um cadaver para 300 alunos, lá tem um para 20 alunos. Para entrar no 3º ano (é um curso de 6 anos) ela teve que fazer um estagio de enfermagem , o que é muito bom porque há alunos de medicina que nem uma injeção sabem dar (ela tmb não sabia antes de fazer). Eu já fui lá e é fantastico. Estás a ver hogwarts (do harry potter?) é mais ou menos igual (loool, só que tens que pagar a comida e a casa Frown ), é como uma familia aquilo. Apoiam-se todos uns aos outros (afinal nao tem a familia lá) e ainda tem a liberdade para fazer tudo o que quiserem sem perguntas (nao me interpretes mal, tem liberdade para ir estudar para um cafe ate á noite, ficar na biblioteca sem se preocupar que a familia está á espera para jantar\almoçar ou até sair á noite (como não é uma cidade muito grande, há montes de transportes ou podesse ir a pé) O unico problema é queo curso é todo em ingles (mas com isso pode ir trabalhar para montes de paises) e o custa algum dinheiro (9 mil euros \ por ano , mas há sempre as bolsas Grin) Espero que esta informação tenha te sido interessante (no minimo) e desculpa por me ter intrometido . Beijinhos Grin ps: para entrar naquela universiade só tens que fazer um exame sobre fq e biologia (acho eu ). aqui tens uns sites sobre isso : http://www.jn.pt/paginainicial/interior.aspx?content_id=576396 \ http://www.ceebd.co.uk/ceeed/un/cz/cz001005.htm (também há universidades em Praga (cidade linda ) e Beroun(nunca lá fui) ( a de pilzen é a melhor) Desculpa por estar a ser chata LOL

Dani diz:

Obrigada por partilhares a experiência, Catarina. Para já vou acabar o 12º e concentrar-me nisso, mais tarde penso nas minhas opções Smile
Beijinhos

Filipaa. diz:

Como eu acho que vocês também merecem uns conselhos, vim aqui fazer um intercâmbio de dicas escolares Grin

Primeiro que tudo muito obrigado por todas as tuas dicas e acho que vou por em prática algumas delas que nao fazem parte do meu ritual de estudo (e deviam Grin).

Mas, o que te vinha dizer é que eu passei agora para o 12º e queria reforçar uma ideia tua… mesmo para te ajudar: o 11º é bastante mais trabalhoso. Não só porque os trabalhos extra são em maior quantidade, mas também porque há uma enorme pressão devido aos exames e ainda porque (na minha opinião) é ligeiramente mais dificil. Pelo menos a física-química é sem dúvida mais complicada e merece uma atenção MUITO redobrada !!!! Eu por exemplo tive 18 nos 10º e 16 no 11º !

No entanto subi a outras disciplinas cujo grau de dificuldade para mim foi exactamente o mesmo (no meu caso, achei filosofia mais fácil, e matemática e inglês com o mesmo grau de dificuldade).

Não sei se isto te ajuda nalguma coisa, mas se queres boas notas, empenha-te mesmo e logo de inicio na Fisica-Química (que era o que eu devia ter feito se soubesse o que me esperava)! Ainda por cima começa-se pela Física que é mais dificil e que pode por em causa as notas do ano inteiro, visto que o 1º e o 2º periodo valem mais que o terceiro, onde é só química e revisões para exame!

Razz, pronto, era isto !

Um beijinho grande e continua o bom trabalho por aqui*

Dani diz:

Não esperava outra coisa Smile
Beijinho, obrigada!

Susana diz:

Olá Smile Parabéns pela tua média de 19, queres seguir o que com essa média fantástica, medicina?

Dani diz:

Olá obrigada, Susana (:
Eu tenho de ter sempre objectivos na minha vida, e neste momento é ser o melhor que posso e saber que tive a melhor média que podia ter. Se acabar o 12º com média de 18 ou 19 seria óptimo, mas vamos ver se eu consigo 20 quando me aplicar a sério. Medicina interessa-me imenso, desde sempre. O pior é escolher a área… adoro psicologia e também cardiologia, nutricionismo e até neurologia. A dificuldade é muita e ainda tenho dois anos de estudo para perceber aquilo que mais quero, por isso logo se vê. Também há que ver se existem possibilidades financeiras para estudar num Portugal que nem tem dinheiro para meias, ou se terei de mudar de país ainda antes disso… talvez tenha de o fazer depois. O futuro é demasiado incerto, não vale de muito planeá-lo exaustivamente

Mariana diz:

Dani, adorei o post, embora tenha ficado um pouco intimidada!
Até agora (no Básico), tenho conseguido uma média de 5 sem ter que estudar, ou seja, estar atenta nas aulas e fazer os trabalhos de casa era o suficiente. Ora, seria um bom presságio se não fosse o facto de não ter criado quaisquer métodos e hábitos de estudo.
Vou para Ciências e Tecnologias e quero mesmo uma média alta. Obviamente não vai ser tarefa fácil, mas gostava que me indicasses os teus métodos de estudo, para ficar com uma referência.
Obrigada Smile

Dani diz:

Já está na lista de pedidos um post sobre organização de cadernos e métodos de estudo, só ainda não sei se vou juntar os dois posts ou fazê-los separados
Bom, eu passei o ano inteiro a tirar 19 e 20 a inglês e 17 e 19 a português sem tocar nos livros ou estar atenta à aulas pois já sabia os conteúdos, e consegui 18’s a FQ a ouvir as aulas e estudar na noite antes dos testes porque adoro (na verdade, amo) a matéria. Só depende das pessoas, todos temos capacidades e métodos diferentes. Mas de qualquer forma, tens de aprender a estudar, pois no exame do 12º ou nos exames do 11º tens de estar absolutamente confiante da matéria. Já não se brinca com os exames como no básico, pois agora são importantes e TUDO conta para média do 12º, desde o 10º
Beijinhos

Mariana diz:

Tens razão, nesta altura tudo vai contar e eu tenciono aplicar-me bastante logo desde início. Estou um pouco receosa quanto à Filosofia, por ser algo totalmente novo; qual foi a tua experiência?
Outra coisa Dani, eu sou péssima a Educação Física :s A minha coordenação motora deixa muito a desejar (faz lembrar uma pessoa comum quando colocada sobre patins pela primeira vez) e, basicamente, só a ginástica me salva. A questão é que por muito que eu tente chutar uma bola de futebol como deve ser, por exemplo, nunca sai suficientemente bem para me garantir uma boa nota. Podes deixar alguns conselhos para quem, como eu, não tem jeitinho nenhum para a actividade física, mas mesmo assim precisa de uma boa (ou excelente) nota?
Obrigada!

Dani diz:

Eu adorei Filosofia, consegui 19 no fim do período. Não se pode estudar Filosofia, apenas compreender

Eu por exemplo tinha testes teóricos a educação física, o que ajudou imenso. Mas se tiveres umas aulas como de equilíbrio corporal e exercícios que te ajudem a melhorar a tua coordenação, pode ser que melhores! Pratica mais exercício, a prática leva à perfeição Wink
Para além disso, a minha nota por exemplo foi considerada, ou seja, deram-me mais um valor do que era suposto ter, por causa da minha média geral. Mas isso já depende das escolas
Beijinhos

jessica diz:

gostei imenso deste post, eu vou este ano para o 10º no curso de ciências e tecnologias, tenho uma média de 5, fiquei um bocado assustada c a ‘queda’ das notas, se não é abusar podias-me dizer as medias das tuas notas? :s
continua o bom trabalho, e boa sorte para este ano lectivo Smile

Dani diz:

Se te faz sentir mais segura, eu acabei o 9º com 5 a todas as disciplinas e o 10º com média de 19. Mas cada caso é um caso, e só tu sabes como estás na matéria. Muitos colegas meus acabaram o 9º como eu e no 10º tiveram uma média final de 14
Obrigada e igualmente Smile

Maria diz:

Acho que o post está bastante interessante e cobre os pontos mais essenciais do secundário.
Pela minha própria experiência, já que acabei o secundário este ano, é não entrar no 10.º ano a pensar horrores do secundário. Apesar de ter o aspecto de ser mais exigente, tem um lado bastante positivo, já que estamos em áreas que supostamente temos um maior interesse, logo não temos de fazer disciplinas que desgostamos e que nos costuman dar ‘dores de cabeça’.
No caso de alguém ir para o curso de Línguas e Humanidades, achei que seria bom partilhar a minha experiência, por isso, deixo aqui o que considero importante realçar:
– [não quero assustar ninguém] mas há quem vá para este curso a pensar que é o mais fácil de todos e que conseguem altas notas sem mais nem menos. Se pensarmos que nas ciências exatas, como Matemática, só há um resultado (1+1=2), em disciplinas como Psicologia, Sociologia (que podem ter no 12.º ano) e História não é assim tão simples como parece (1+1 – pode ser 2, ou 3…). Contudo, gostei bastante destas disciplinas. Acima de tudo, ENCAREM TUDO COM UMA MENTE ABERTA, não comecem o 10.º ano (ou os outros dois) a pensarem que não vão conseguir bons resultados.
Em relação às disciplinas:
– Português: [que todos têm] quase não se aborda gramática, pelo menos eu não me lembro, (apesar disto ela está sempre presente nos testes – há sempre uma parte de gramática) e revê-se muito pouco no 12.º ano devido ao longo programa da disciplina – por isso, têm-se de ir revendo um pouco todas as semanas. Não me lembro do 10.º e 11.º anos, por isso, vou só referir do 12.º ano: gostei bastante de Fernando Pessoa (não os heterónimos) apesar de concordar que a grande maioria dos seus poemas são complicados de perceber à primeira; a ‘Mensagem’ de Fernando Pessoa também adorei e não achei complicada; os Lusíadas é uma parte bastante acessível (não se foca muito nas mesmas passagens do 9.º ano, fala-se apenas das reflexões do poeta que se forem bem trabalhadas na aula pelo(a) professor(a) são bastante fáceis de entender; o Memorial do Convento já não gostei muito – a maneira de escrever de Saramago até nem é assim tão má, achei que se lia bastante bem a obra, apenas não gostei do enredo e também considero que é acessível.
– Inglês: basicamente não me lembro muito bem. Não considero que seja uma disciplina díficil, mas isso pode depender das pessoas, há quem tenha ou não queda para as línguas. Têm-se de fazer todos os períodos apresentações orais, que não são muito complicadas de elaborar. Tenho é pena de os temas abordados não terem sido outros, porque todos os anos fala-se sempre de tecnologias, comida, transportes, os media…
– Filosofia – uma das minhas disciplinas favoritas, especialmente no 10.º ano. Não sei em relação aos outros, mas achei que era algo acessível, apesar de muitos dos meus colegas terem tido as suas dificuldades. É uma disciplina que funciona melhor se compreendermos a matéria e os conteúdos, e onde temos de escrever de um modo mais cuidado.
– Francês (opção do 10.º e 11.º anos) – não aprendi muito do 7.º ao 9.º ano, por isso tive de me aplicar bastante no secundário. A professora foi uma ‘querida’ porque nos ajudou bastante. A disciplina não é complicada mas exige a sua dedicação. Em relação ao exame, achei que é bastante acessível: temos de escrever quase muito pouco (perguntas de escolha múltipla, é uma constante no exame), para além, do texto no último grupo.
– Matemática Aplicada às Ciências Sociais (opção do 10.º e 11.º anos) – é mais simples do que Matemática A, e achei que era muitas vezes ‘chata’. A matéria do 10.º ano achei que era bastante fácil, mas para o 11.º a matéria aumenta de grau de dificuldade. O exame não me correu muito bem, se bem que os anteriores a 2010, achei que eram bastante acessíveis.
– História – sempre tive óptimas notas a história no básico e é uma disciplina que adoro, por isso para mim foi uma disciplina fácil de se fazer. Nos dois primeiros anos não tenho muito a dizer sobre, mas tenho umas coisas a acrescentar sobre o 12.º ano: a) não decorem a matéria para o exame, o mais provável é não dar resultado; b) não estudem na véspera, no MÍNIMO comecem a estudar uma semana antes dos testes; c) façam sempre resumos da matéria para os testes, vai dar bastante jeito depois para estudar para o exame; d) é preciso ler outros livros (não digo enormes enciclopédias) para além do manual da disciplina; e) quase todas as perguntas do exame envolvem interpretação de textos – acreditem quando digo que exige a sua preparação, muitos dos meus colegas tiveram más notas devido à má interpretação de textos, se tiveres dificuldades pede ajuda aos professores (é para nos ajudar que eles também lá estão), pais, irmãos; f) atenção à escrita, temos de ser objectivos e pouco confusos a escrever; g) acima de tudo, levem relógio para os testes (e especialmente para o exame) para controlarem o vosso tempo de resolução de questões, para não terem de ficar decepcionados porque não tiveram tempo de acabar os testes; h) não considerei o exame díficil, mas acho que isto depende do quão preparado uma pessoa está ou não.
– Psicologia (opção 12.º ano) – é uma disciplina interessante, que involve alguns temas de biologia que não são difícies. Uma parte do programa exige muito uso da nossa memória pois temos de aprender dezenas de teorias.
– Sociologia (opção 12.º ano) – é uma disciplina acessível e bastante interessante. Com esforço e dedicação é uma disciplina na qual se pode atingir notas bastante altas, como 18 e 19 e 20.
Prestar bastante atenção nas aulas e não estudar nas vésperas ajuda bastante a ter sucesso no secundário, e em qualquer altura da nossa vida como estudantes. Também é importante saber conjugar tudo o que temos de fazer, porque os professores vão pedir vários trabalhos, que muitas vezes vão calhar na mesma altura em que os testes.
Acima de tudo, diverte-te a aprender.
Peço desculpa pelo enorme post Razz

Dani diz:

Ora, agradeço, certamente será útil ao alunos do teu curso! Posso fazer-te uma pergunta? Sou de Ciências, mas o que me podes dizer sobre os maias? É muito abordado nas aulas, nos testes, nos exames…? E qual publicação leste? Eu tenho Os Maias que comprei no ciclo de leitores, mas até tenho medo que não seja bem o original ou assim
Beijinhos

Daniela Martins diz:

Olá Smile Eu vou para o 12º de ciências e acho que consigo responder à tua pergunta. Os Maias são, na minha opinião, a matéria principal da disciplina de Português de 11º. Vais passar o 2º periodo e talvez o inicio do terceiro a “dissecar” os capitulos e a tentar perceber o q o autor queria dar a entender por detrás das palavras que escreveu. Portanto é normal que tenhas testes cujas perguntas sejam todas sobre os Maias. Não é um a obra dificil de todo. O truque, para além de estudar, está em fazeres uma reflexão sobre a obra e a interpretares no contexto actual. O enredo é bastante interessante portanto torna a leitura muito “leve” se é que me entendes. Só te aconselho a ires pesquisando as palavras desconhecidas (que serão muitas) à medida que vais lendo para que percebas realmente o que está a ser narrado.
Beijinhos, Daniela M.

Dani diz:

Muito obrigada Daniela Smile
Beijinhos

Maria diz:

Não é preciso agradecer Smile
Os Maiais, já nem me lembrava. Bem, eu simplesmente adorei a obra Grin Não gostei muito da maneira como a minha professora deu a obra, foi basicamente so abordada no 3.º período, que normalmente tem sido o mais curto de todos, mas requer ainda uma boa atenção da nossa parte. Não creio que seja difícil, mas também não é estupidamente fácil. Em relação ao exame, só sai matéria do 12.º ano, isto é, só saem obras e autores que se estude no 12.º ano, por isso os Maias não saem. Dos três anos, a única coisa que sai para o exame é gramática. Não há tempo para ler o livro nas aulas, por isso, tem-se de ler o livro todo em casa. Como depende de escola, tenta primeiro saber quando é que o(a) teu(tua) professor(a) vai dar a obra para planeares bem o teu tempo de leitura: se lermos pouco todos os dias deves conseguir ler tudo numa semana, semana e meia. Eu como me atrasei a ler, tive de ler tudo em 3 ou 4 dias, mas também estava tão entretida a ler o livro que não me importei. Uma dica: à medida que fores lendo, mal acabes de ler um capítulo faz um resumo do que acabaste de ler numa folha, assim, quando fores a estudar a obra para um teste, tens um resumo feito por ti da mesma (isto porque os resumos da net costuma ser demasiado resumidos, mas também dão sempre jeito). A minha edição é da Texto Editora, e é recente (2009), comprei na Fnac e penso que o preço andou por volta dos 5 euros, por o caso de quereres comprar um novo. Se quiseres saber mais alguma coisa de alguma disciplina das Gerais é só perguntares. Espero que tenha ajudado Razz
Beijinhos!

Dani diz:

Sim, imenso! Obrigada por todos os conselhos Grin

Inês diz:

Eu compreendi e revi tudo o que disseste, achei que estava tudo super correcto e tal como salientaste também depende de cada pessoa e escola. Eu digo-te que este ano foi uma desilusão para mim (10º), pois começou a ser muito dificil, e eu que estava habituada a tirar 4 e 5 sem estudar nada, mal me consegui agarrar a 14/15. Apanhei professores que não gostei e comecei a pensar se tinha tomado a opção correcta quanto ao curso. Agora já me mentalizei que tem de ser um esforço contínuo e um maior empenho da minha parte.

Parabéns pelo post, está excelente!

Dani diz:

Muito obrigada! Boa sorte, espero que este ano seja melhor!

Jéssica diz:

olá! gostei muito do post, mas queria que me respondesses a uma pergunta se fosse possivel.. eu vou para o 10º ano, curso de ciencias e tecnologias, e ja comprei uma calculadora grafica para matematica, uma texas instruments ti-82 stats.. so que alguns colegas ja me disseram que essa calculadora nao e permitida a exame, e eu gostava de saber se o teu professor te deu algum tipo de lista ou algo do género das calculadoras permitidas a exame e se a minha é uma delas.. tenho medo de ter sido dinheiro deitado ao lixo e de ter de comprar uma nova! beijinho*

Dani diz:

A minha professora deu-nos a lista, mas devido a umas complicações informáticas já não lhe posso aceder. No entanto, procurei a lista para ti (ainda deu um trabalhinho haha) e a tua máquina é admitida, tal como suspeitava (:
http://www.dgidc.min-edu.pt/jurinacionalexames/index.php?s=directorio&pid=13

Beijinhos

Jéssica diz:

muito obrigada mesmo dani! beijinhos e continua com o optimo trabalho! *-*

Dani diz:

Não tens de quê, obrigada eu!

P.S.: E gostei imenso do post Grin

oláá eu este ano já vou para o meu primeiro ano de universidade em engenharia informática (andam todos meus amigos a meter me medo, porque dizem que é difícil) lool acho que se sobrevivi estes 12 anos de escola ainda sobrevivo mais 3 anos a ser ratinho de biblioteca. Eu acho que o meu segredo do secundário foi estudar (claroo) e eu escrevia as matérias num caderno pequeno depois chegava em casa e passava tudo [mas tudo mesmo] a limpo para um caderno que ia mostrar no final do período aos prof’s, era uma maneira de estudar, e de evitar más notas nos testes surpresa Mad ui tantos que tive hehe mas não tenham medo pois vai ser fácil, e passa tão rápido :'( eu sei que não sou normal, mas eu adoro estudar, sempre foi esta a minha profissão, por isso não sei fazer outra coisa senão estudar hehe critiquem se quiserem mas eu sou assim. beijinhos

Dani diz:

Eu também gosto de estudar… certas matérias
Passa rápido, sim!

Marta diz:

Muito bom post, acho que fizeste muito bem em escrever sobre a tua experiência. Este ano vou para o 10º e algumas das tuas dicas vão me acompanhar, podes ter a certeza Wink

um beijinho

Dani diz:

Espero bem que ajudem Smile

Patrícia diz:

adorei os conselhos, são sempre úteis!

Mafalda diz:

Olá ! devo dizer que gostei imenso, pois eu estou prestes a viver a experiência que é o secundário, pois vou este ano para o 10º.

Letícia diz:

Achei este post super util Smile eu ja vou pa faculdade este ano e revi-me perfeitamente naqilo q disses-t! O meu 10ºano tenho a dizer q foi de facto o meu melhor ano, o 11º ja m comecei a perder e no 12º ja n conseguia acompanhar tao bem apesar d ter notas parecidas aos do 10º, resumindo a minha média ficou “feia” por causa do 11º, enfim… tem d s começar do começo e nnc perder a motivação, dá trabalho mas quem corre por gosto n cansa Smile
beijinhO

Catarina diz:

Gostei de os conselhos mas assustas-te me um pouco com o penultimo e ante-penultimo paragrafo ! Bem, mas é a realidade … Eu vou para o curso de socio-economicas este ano e acho que me vou sair bastante bem visto que tem as minhas disciplinas preferidas. Ainda não sei se vou ter historia ou geografia mas espero ter história, porque , tal como tu disses-te, andei a sobreviver á base de memorização a curto prazo em geografia :\ Espero que a geografia do 10º ano esteje mais ligada a aspectos economicos e não tanto a rios ou formas de litoral, se não vou ter que estudar mesmo muito muito! Outro post que podias fazer é sobre a separação no secundário e como manter contato: por exemplo eu vou-me separar de amigos que estão comigo desde a pré e tenho medo que deixemos de ser tão amigos só porque aquelas aulas que tornavamos muito melhor juntos acabaram ! Beijinhos , obrigada pelos conselhos Grin

Dani diz:

Tinha amigos no teu curso e todos os temas (exploração ambiental, cultura…) eram explorados, por isso talvez seja melhores fazeres umas revisões
Não é necessário fazer um post, pois a única coisa a fazer e a mais importante é marcarem coisas e não deixarem de se ver por mais de um mês de preferência. Falem o mais possível (conversação no msn!) quando estiverem separados, para que não se sintam completos estranhos quando se juntarem. Mas juntem-se! Nem que seja só nas férias
Beijinhos

Amity diz:

Gostei bastante dos conselhos!