Tendências outono/inverno – Pele

11

Set

Camila Bento

tendências

 Está longe de ser uma novidade, até porque no inverno passado a pele era vista por todo o lado. Nesta estação, a pele volta a aparecer para encarnar diversos estilos, mas especialmente aquele que é inspirado no rock. As conjugações este ano aparecem de forma mais exagerada, mas há sempre a possibilidade de conjugar peças em pele, que por si são vistosas, com peças discretas, de modo a criar um certo equilíbrio.

No ano passado fiz um post de inspiração com peças em pele, que podem consultar aqui, mas este ano poderão contar com mais algumas sugestões aqui no blog (ideias nunca são a mais, não é verdade?!).

Da seleção de peças que vos mostro, o primeiro blusão da Mango está a dar imenso que falar entre as bloggers estrangeiras e os botins abertos são também uma grande tendências. Espero que gostem do que selecionei para vocês!

pele

 

 

Quem é que está numa de aderir à tendência? Smile

Deixe aqui o seu comentário!

Ana Oliveira diz:

DEB a Ana Oliveira sou eu a Ana Costa é outra rapariga Razz
O que quis dizer é que também tem a ver com o que já vi e mesmo os métodos que se dizem humanitários muitas vezes não são cumpridos como se devia e por isso prefiro dormir de consciência tranquila sabendo que não contribuí para aquilo. Com isto não pretendo criticar ninguém só alertar para o facto de que seja para alimentação ou roupa ou o que seja aqueles animais sofrem e muitos e que não me vou esquecer daqueles olhos a pedir ajuda e por isso se existem alternativas são essas que vou escolher Smile beijinhos a todas

Deb diz:

@Ana Oliveira

“Coisinha” significaria “mesquinha”, não me lembrei da palavra, e sinceramente, percebe-se bem aquilo que se quis dizer dado o contexto. Não se preocupe com o significado do termo porque não foi algo dito com sentido pejorativo.

Verdade que para não danificar a pele, por vezes, mata-se de forma fria, cruel, e acho que qualquer pessoa com um bom coração não apoia isso… no entanto, também há “bons” métodos para abater os animais, e é por aí que se deve ir. Ser-se contra o uso de todo e qualquer tipo de pele verdadeira, >>independente<< do método usado para o abate, simplesmente não faz sentido, pelas razões que indiquei anteriormente, a não ser, obviamente, que a pessoa tenha uma alimentação vegetariana, mas isso seriam outros quinhentos.

Ana Costa diz:

A questão é que mesmo quando o animal é morto para alimentação e a pele é aproveitada, eles são mortos de forma a que a pele não seja danificada, e algumas dessas formas são absolutamente inqualificáveis! Do género introduzirem ferramentas pelo anús do animal e literalmente fritarem os seus orgãos internos…adiante… Não quer dizer que seja sempre assim, mas infelizmente isto é uma realidade e é precisamente por isto que eu sou tão “coisinha” (seja lá o que isso for)… Jogo pelo seguro e uso só sintéticos… Adiante, eu tenho a minha consciência e faço aquilo que considero ser a minha parte no que a este assuto diz respeito. Mas também não sou nenhuma extremista e cada um sabe de si! Wink
Aquilo que interessa mesmo é a sugestão de looks da Camila que, de resto, eu já parabenizei independentemente do meterial utilizado! (Será que isso faz de mim menos “coisinha”? =P ) eh eh!

Ana Oliveira diz:

Sou adepta só dos sintéticos. Como vegetariana e quase veterinária acreditem que nos matadouros as mortes não são assim tão humanitárias como se dizem Frown Tenho 2 sintéticos um deles da mango destes saldos, muito giro e barato e não tem aquele ar plástico. O cruelty-free está SEMPRE NA MODA Wink

Deb diz:

Olá!
Eu gosto de ver pele na roupa, quer seja em peças integrais ou em pequenos detalhes… mas por curiosidade nunca tive um casaco de cabedal (mesmo q sintático), não sei, mas acho que me assentam mal, ou então, é do modelo que se faz… enfim, ainda quero encontrar um, mesmo q não tenha grande qualidade =)

As pessoas são muito coisinhas no que toca a vestir pele… Dizem-se contra a pele em todas as circunstâncias etc… Eu sou contra matarem os animais APENAS para obterem a pele para roupa; no entanto, quando se matam os bichos para alimentação, deita-se a pele para o lixo só porque “vestir pele é mau”? Mau seria matar o bicho para comer, e deitar a pele fora.

Deb

Ana Costa diz:

Compreendo Camila!Smile Entretanto sou adepta da pele sintética e dos looks que se podem fazer com ele e gosto mesmo muito dos modelos que colocaste independentemente do material! Wink
Sou aquele tipo de pessoa em que o armário tem peças desde vestidinhos muito femininos a peças mais “hard rock” e gostei bastante das sugestões! Smile
Continuaçao de bom trabalho!

Patricia diz:

Huum peço desculpa, nao estava informada… :\
Obrigada. Beijinho!

Maria diz:

Sempre gostei. Mesmo antes de virar moda. Mas só peles sintéticas. Sou contra o uso de peles verdadeira

http://mariachicblog.blogspot.pt/

Ana Costa diz:

Patrícia, sei por experiência própria que há casacos na Mango de pele verdadeira… primeiro porque casacos de de 100 ou 200 euros não são de pele sintética e depois porque eu já lá deixei muitos por serem de pele verdadeira…

Camila diz:

Ana e Patrícia, existem casacos da Mango de pele de porco, sim. Os animais são mortos para a nossa alimentação e, posteriormente, a pele é aproveitada para este género de casacos. É uma questão muito delicada e é normal que nem todos pensemos da mesma aforma.

Patricia diz:

Ana Costa, duvido que estas marcas baratas usem pele verdadeira… caso contrário nao seriam assim tao baratas, não te preocupes hihi

Camila, nao sou nada adepta do estilo rock em excesso, algo me diz que neste Inverno estou feita.. ahah
Beijinho Smile

Ana Costa diz:

Sou completamente contra o uso de todo e qualquer tipo de pele verdadeira… Big No-No a este post!

Katty diz:

Eu já aderi =)
Comprei uma camisola preta com mangas em pele!