Uma boa noite de sono

7

Dez

Daniela Monteiro

saúde, stress

Nos dias que correm, uma grande porção da população adulta tem problemas em dormir um bom sono. O stress, compromissos e receios do quotidiano teimam em povoar as nossas cabeças quando nos deitamos, e é por vezes difícil deixar tudo isso à porta do quarto. Neste post, não sendo especialista na matéria, espero conseguir ajudar-vos a ter uma noite mais tranquila Smile

Antes de sequer entrar no quarto, há medidas a tomar. Um duche e um jantar leve e nutritivo a horas são já uma grande ajuda! Quanto à hora do jantar, os nutricionistas dividem-se muito, mas pelo que já ouvi e pela minha experiência, aconselho a jantar, no máximo, quatro horas antes de deitar.

Tumblr

Quanto ao duche, se tiverem realmente dificuldades em dormir bem, podem esmerar-se ao fazer um duche recheado de aromas relaxantes, guardando os vossos produtos favoritos para utilizar à noite e, é claro, numa temperatura tépida agradável. Banho de banheira cheia também vale, mas não todos os dias! Talvez a meio da semana seja o melhor dia para o fazer Wink

E uma hora ou duas antes de ir para a cama, está na hora da ceia. Um copo de leite morno (com um pouquinho de chocolate ou mel se não gostarem de leite natural) é uma ajuda fenomenal, pois contém substâncias “sonolentas”, mas existem chás que fazem o mesmo efeito. Pessoalmente, prefiro chá, e a maior parte das vezes a escolha é boa e velha camomila. Desconfio que pode até ser efeito placebo, mas não me importo minimamente, desde que resulte hehe

Chill via Tumblr

Mais uma vez, enfatizo a importância de ter em atenção as atividades nas duas horas que antecedem a ida para a cama. Nada de andar a correr de um lado para o outro, ver televisão, tentar resolver aquele problema impossível, ou qualquer outra atividade que deixe o nosso cérebro ainda mais excitado. Tratem dessas coisas a tempo, para que possam guardar essas duas horas de relaxamento antes da hora em que devem estar já quase a adormecer. Escolher a mala para o dia seguinte, preparar o lanche e tarefas do género podem ocupar essa primeira hora, mas é importante ter em conta a iluminação da casa; a menos que estejam a lidar com facas, deixem apenas as luzes de presença ligadas.

É importante o quarto ter boas condições. A temperatura ambiente, a almofada e o colchão fazem uma diferença gigante, e eu que o diga! Bem sei que nem todos podem ter aquecimento central; invistam num bom edredão, de penas por exemplo, que aquece sem fazer demasiado peso.

Para além das condições, há que ter em consideração o conteúdo. Quanto a mim as cores do quarto não fazem muita diferença à noite, já que a luz é reduzida ou nula, mas aconselho a reduzir ao máximo aparelhos electrónicos, nomeadamente televisão, computador, tablet, telemóvel, enfim, tudo o que tenha um visor. Quanto ao telemóvel, a desculpa do despertador não vale; estou certa de que conseguem encontrar um despertador digital ou analógico por 5€.

-w-

Para quem gosta de adormecer a ver televisão, um livro é uma opção igualmente viável. Ao fim do dia uma leitura motivante e leve seria o ideal, mas a escolha do livro fica a vosso encargo, é claro. Quando adormecemos, podemos apenas pousar o livro no chão, em vez de deixar a televisão ligada. Para além disso, pessoalmente adoro ouvir música relaxante, com o volume bem baixo (em colunas, não phones!) enquanto leio o meu livro.

Por fim, falo daquelas ajudinhas extra a que podem recorrer. Se gostarem de velas aromáticas, tenham o cuidado de as apagar pelo menos uma hora antes de se deitarem, e ter a divisão arejada enquanto as queimam. Em alternativa, podem optar por difusores de aroma, sendo lavanda uma boa opção. Existem também soluções de essências que podemos gotejar na almofada, e prometem uma noite tranquila. O despertador biológico é outra opção interessante.

O post ficou longo, bem sei, mas espero que vos tenha ajudado! Construam o vosso ritual pré-cama, habituem o vosso cérebro a reconhecer que é hora de descansar, e certamente terão um melhor descanso Smile

Beijinho, dani

Deixe aqui o seu comentário!

Ana diz:

Adorei! Eu tenho imensa dificuldade em adormecer, e normalmente tenho que recorrer aos comprimidos calmantes naturais… Este post ajudou-me e muito. Obrigada!

Daniela Monteiro diz:

Olá Ana! Infelizmente também o fazia, e logo eu que detesto ter de tomar medicação… Não tens de quê querida, fico feliz por ter ajudado! Beijinhos

Só boas dicas!!!! Smile

Obrigada Daniela!!! Smile Grin

*beijoka

Daniela Monteiro diz:

Olá Soraia, ora não tens de quê! Grin Beijinhos