Amesterdão em palavras e imagens – Parte I

17

Abr

Camila Bento

Amesterdão, Viagens

amesterdão6amesterdão8

Viagem

O nosso voo foi comprado alguns meses antes da viagem (penso que em dezembro) e aproveitamos uma promoção da TAP, o que fez com que o voo tivesse custado aproximadamente 65€. Foi, então, no Porto que apanhámos o avião, por volta das 15 horas. A viagem passa num instante, visto que não chega a 3 horas. O voo foi operado pela Portugália e a nível do catering confesso que fiquei um bocadinho desiludida… Afinal, o lanche servido foi uma sandes de atum com pasta de azeitona. Eu odeio azeitonas e conheço imensas pessoas que também não gostam, tal como de atum.

Do Aeroporto ao Hotel

Embora existam transportes públicos do aeroporto de Schiphol para o centro de Amesterdão, nós optámos por apanharmos um táxi, o que dividido pelos 4 deu cerca de 10 euros a cada um (o hotel ficava a cerca de  15 km do aeroporto). A meu ver, quando chegamos a um país diferente e onde nunca tenhamos estado, começar por andar de táxi dá-nos uma boa noção de espaço e evita que tenhamos de andar com as malas de um lado para o outro.

Alojamento

Relativamente ao alojamento, optamos por uma solução bem barata! No Hotel Inner, conseguimos pagar, cada um, 112 euros pelas 4 noites num quarto quadruplo sem regime de pequeno-almoço. A meu ver, o hotel fica super bem situado, está a cerca de 5 minutos a pé dos museus e a 8/10 da zonas mais movimentadas à noite, incluindo bares e restaurantes.

O Hotel não é nada de especial mesmo, mas para jovens como nós serve perfeitamente! Na primeira noite, optámos por reservar o pequeno-almoço (por 5 euros), visto que ainda não tínhamos tempo para explorar os supermercados e restaurantes. O pequeno-almoço era simpático com tudo aquilo a que tínhamos direito.

Ainda em relação ao hotel, o staff era, em geral, simpático e prestável, com exceção de uma rececionista que não era, de todo, agradável. No nosso quarto tínhamos internet e isso foi um ponto a favor do hotel.

Transportes públicos

amesterdão5

 Quando digo que Amesterdão é uma cidade que não fica cara visitar, é certo que tenho em conta o facto de praticamente não ser necessário andar de transportes públicos. Durante os 4 dias que lá estivemos, utilizamos o elétrico apenas 2 vezes e não foi devido às distâncias, mas sim por ter começado a chover e não ser prático deslocarmo-nos com chuva. O preço de um bilhete para o elétrico, válido durante uma hora, é 2€80, o que, quanto a mim, me parece um preço realmente equilibrado. Os bilhetes podem ser adquiridos no próprio elétrico, onde há uma pessoa dentro de uma cabine a vendê-los.

Alimentação

amesterdão3

No que à alimentação diz respeito, Amesterdão é mais caro do que Lisboa, por exemplo. Não achei que houvesse uma diferença substancial, mas em algumas coisas nota-se relativamente bem. Claro que tudo depende daquilo que comemos e dos locais onde comemos e nisso posso dizer-vos que durante a nossa viagem tentamos ser poupados.

Toda a gente falava nas batatas fritas de rua em Amesterdão e, por isso, claro que tivemos que experimentar. Acho que saímos um bocadinho desiludidos, pois não achámos nada de especial. Por outro lado, fomos experimentar as famosas panquecas do Pancakes! Amsterdam e isso já adorámos por completo! (Vejam a foto que publiquei no meu Instagram da panqueca)

Tínhamos sempre Mc Donalds, KFC, Starbucks, entre outras, por perto e acho que o KFC e o Starbucks nos deveriam dar um prémio por tantas visitas que lhes fizemos nestas férias! ahah Também podemos encontrar pizzarias acessíveis na cidade e jantámos duas vezes pizzas muito boas!

As famosas bicicletas

amesterdão1 amesterdão2

Amesterdão é mesmo a cidade das bicicletas. Acreditam que existem cerca de 2,1 milhões de bicicletas para cerca de 800 mil habitantes?! A nossa ideia era alugar umas bicicletas, mas a verdade é que ficámos um bocadinho assustados… Há poucos carros, mas eles são um bocadinho apressados no que toca a andar de bicicleta e claro têm regras de trânsito que nós não conhecemos, de maneira que acabámos por não o fazer. Ficará, certamente, para uma próxima! Mas o que é certo é que a cidade é fantástica para andar de bicicleta, antes de irmos já temos a ideia de que é tudo plano, mas quando lá chegamos é que temos realmente a noção disso (e da quantidade de bicicletas, é de loucos!). Os pais levam os filhos para a escola nas bicicletas, as bicicletas têm cestos onde levam bebés e a comida, existem bicicletas nas mais variadas cores e têm acessórios mesmo giros, como capas protetoras para os selins. Além de bicicletas, veem-se vespas aos montes! Tudo isto proporciona um ambiente que só visto mesmo é que se entende! Smile

Flores, flores e mais flores

amesterdão4 amesterdão7

Penso que o facto de termos ido em plena primavera tenha ajudado, mas achei mesmo que o facto de vermos flores por todo o lado (e não são só tulipas) dê um encanto especial a esta cidade. É tudo muito arranjadinho, limpinho e depois as flores dão aquele toque especial e aquela cor que fica perfeita na cidade!

Condições Atmosféricas

O tempo foi, mais ou menos, aquilo que eu esperava! Choveu uma ou outra vez, mas acabava por ficar sol ou apenas nublado… Tivemos a sorte de não apanhar nenhum dia realmente chuvoso. Estava também algum frio e nisso o primeiro dia enganou-nos um bocadinho, visto que quando chegamos, ao fim do dia, estava uma temperatura ótima. Foi sobretudo nos últimos dias que sentimentos mais frio.

amesterdão10

Estes foram alguns assuntos que achei boa ideia incluir no primeiro post. Caso tenham alguma dúvida, digam! Irei responder-vos via comentário ou mesmo nos próximos posts acerca da viagem! Smile

Espero que tenham gostado das fotografias também!

Deixe aqui o seu comentário!

Beatriz diz:

Qual foi o hotel em que ficaram?
Que locais aconselhas a visitar lá?

Agnes diz:

Verdade! Wink Acho que no meu caso foi por causa das expectativas que levava e sobretudo pelo facto de não ter sido a primeira cidade que visitei quando cheguei à Holanda (perde-se um bocado o “wow factor” das bicicletas, dos canais e do estilo de vida). Tens razão, Haia é mais “cosmopolita” mas tem sítios giríssimos! Sim, vivi cerca de 2 anos na Holanda Smile

[…] P.S – Respondi aos comentários do primeiro post, vejam aqui! […]

C. ♥ diz:

Uau, goste muito do que escreves-te Grin
parece ter sido uma boa viagem.
Fico à espera para ver as novas publicações *.*

beijinhoo ❤❤

Eu neste domingo também vou a Amesterdão numa visita de estudo e por acaso vou ficar no mesmo hotel que tu. Confesso que estou um pouco assustada, é a minha primeira grande viagem e a primeira vez a andar de avião. Mas a cidade parece ser linda e estou super ansiosa Grin

Camila diz:

Olá meninas! Smile

Alda, também adoro ler posts acerca de viagens e um dos meus sonhos seria poder viajar sempre que tivesse vontade… Smile

Patrícia, penso que isso depende muito dos dias que vais reservar para a viagem. A meu ver, Amesterdão tem muito para ver e, claro, há cidades perto que também devem valer bem a visita. Barcelona e Açores, ainda não conheço, mas são dois dos próximos destinos da minha lista!

Daniela, ainda bem que desmitifiquei isso! Ainda assim, há alturas em que as viagens são bastante caras… É uma questão de estares atenta às promoções! Wink

Daniela, estava tudo incluído. É bom viajar na TAP por isso, temos imensos kg de bagagem para levar. Mas até mesmo quando fizemos Amesterdão – Londres e Londres – Lisboa, através da Easyjet, não pagámos taxa porque não excedemos a bagagem permitida (a minha mala pesava 10,5 kg e podíamos levar 20).

Rute, engraçado como isso já me aconteceu dezenas de vezes! No fundo, quase todas as cidades acabam por ter o seu interesse, mesmo que à partida, pareça que não nos identificamos com elas! Smile

Agnes – A sério??? Smile Gostos não se discutem realmente! ahah Leiden deve ser muito giro, já Haia parece-me ser bastante desenvolvido e não ter muito a ver comigo. Já viveste na Holanda, certo?

beijinhos!

Gostei muito das fotos Smile
adorava visitar Amesterdão, quem sabe este ano não vá lá Smile

http://www.theperfectblush.blogspot.pt/

Agnes diz:

Engraçado ver a perspectiva de turista Wink Pessoalmente não acho Amesterdão nada de especial, sou mais fã de Haia (e Leiden! Leiden é a cidade mais “fofinha” da Holanda Razz). Sem dúvida que a Primavera é a melhor estação para visitar o país, fico muito contente que tenhas gostado. Sugiro aos amantes de flores uma visita aos campos de tulipas, e ao Keukenhof! Beijinhos!

Rute diz:

Camila adorei o post! Achei extremamente útil e fizeste-me ter interesse por uma cidade que até agora nunca tive Smile

Daniela diz:

Camila, podias-me ajudar numa coisa?
O preço do voo de avião, tiveste que pagar alguma taxa ou está tudo incluído nesse valor?? Obrigada!

Daniela diz:

Muito Obrigada por este Post!
Um dos meus sonhos é sem dúvida ir a Amesterdão!
Nunca pensei que fosse tão acessível, sem dúvida um dos sítios que vou visitar muito em breve!
Beijinhos

Ana diz:

Este ano vou aos Açores mas sem dúvida que Amesterdão está na minha lista! Smile
Obrigada pelo testemunho Wink

Olá Patrícia, deixa-me que te diga, que se vieres aos Açores não te vais arrepender! É mesmo lindo!

Patricia diz:

Adorei o post, especialmente porque penso fazer uma mini-viagem neste verão.. mas estou indecisa acerca dos destinos. Agrada-me amesterdão mas à pessoa que vai comigo já nem tanto, pois diz que não há muito para ver em relação a outros sitios… será verdade?
Claro que Barcelona e os Açores continuam hipóteses… que achas?

beijinho Smile

Alda diz:

Adorei este teu reporte as fotos…tam cm te disse no instagramm qd estive em Amsterdão nevoou durante os 5 dias, por isso a cidade que vejo em fotos não tem tanto a ver com a cidade que eu vi, coberta de neve SmileFomos também a Zanshanz (tenho a certeza absoluta que nao se escreve assim ehehehe). Agora conta mais, adoro viajar pelas viagens dos outros (e assim custa menos o tempo a passar para a minha proxima viagem…daqui a 13 das longuissimos!) Grin