Regresso às aulas | Poupar dentro e fora da escola

20

Set

Daniela Monteiro

dinheiro, escola, poupar, regressoàsaulas

Não é preciso explicar porque é que este post é pertinente, não é verdade? Ontem a Camila já vos deu algumas sugestões em conta, e hoje deixo algumas dicas. Espero que vos ajude!

Levar almoço/comer na cantina. Os restaurantes/bares podem parecer pouco mais caros, mas não é preciso mais de um mês para verificar que se poupa; aposto que no período de um mês conseguem poupar, no mínimo, 30€.

Fazer almoço que possa durar para várias refeições. Para além de nem sempre haver tempo para fazer almoço e jantar, fazer algo que pode ser “reutilizado” poupa gás e/ou eletricidade.

Fotocópias/sebentas em vez de livros. Se os livros de estudo já são caros até ao secundário, na faculdade diria que é impensável adquirir a bibliografia recomendada a todas as cadeiras. Há sempre a opção de tirar fotocópias, adquirir sebentas de outros anos (feitas por alunos ou professores) ou, é claro, consultar os livros disponíveis na biblioteca, seja a biblioteca da vossa escola/faculdade, ou de outra.

Comprar livros em conjunto não resulta. Fica só o aviso!

Marcas brancas de material. Sinceramente, não faz qualquer diferença. Pessoalmente, não abdico das minhas canetas e corretor preferidos, mas as folhas, capas, micas, borrachas, afias, etc., não têm direito a predileções.

tumblr_nc5cnibXdu1s7iibuo1_500

Reutilizar material. Se escreve, usa-se. Pensem que mais tarde não poderão (em princípio) mudar de carro e casa só porque se fartaram dos antigos, e que os vossos pais têm despesas muito mais urgentes.

Reparar material. Passem um toalhete/pano húmido no estojo para limpar, usem a borracha para limpar as canetas cinzentas do pó do lápis, encapem os cadernos de cantos maltratados, enfim, não deitei ao lixo aquilo que tem reparação (não se aplica apenas a material!).

Usem cartões de cafés/restaurantes e vouchers/panfletos de promoções nas papelarias, tipografias, restauração e afins. Vão conseguir poupar ainda mais se se mantiverem fiéis a uma só loja/restaurante.

Consultar o menu antes de fazer o pedido. Quem nunca cometeu o erro de pedir sem ver os preços e ter uma surpresa? Por mais fome e pressa que tenham, verifiquem sempre.

Dividir porções grandes. Nem sempre a diária ou o menu do dia é reduzida, por isso vale perguntar ao empregado antes. Para além disso, num dia em que as finanças apertem, podem sempre dividir só os acompanhamentos com um amigo.

Comprar lanches no supermercado em vez do café e lanchar em jardins. Tal como o primeiro ponto, é preciso pouco tempo de experimentação para repararem que poupam bastante desta forma.

Nunca esquecer o passe. Andar de transportes públicos ilegal tem os seus riscos, e é um absurdo pagar bilhete quando já temos assinatura. Nunca tirem o passe da mala!

Levar apenas o dinheiro necessário, para evitar gastar mais. Evitar empréstimos também é uma boa ideia, pois pode tornar-se um péssimo hábito.

Têm mais conselhos a dar? Deixem nos comentários Smile

Beijinho, dani

imagem: tumblr.com

Deixe aqui o seu comentário!

Ótimas dicas. De facto poupar algum dinheiro só está associado a vantagens.
http://www.confissoesdandreia.blogspot.pt/

Catarina diz:

notei grande diferença quando comecei a levar comida/comer em casa Razz Não conseguia comer saudável e ainda pagava mais… Agora prefiro comer melhor mesmo se acabar por pagar o mesmo (mas acaba por ser sempre mais barato do que comer fora).

http://furacaocatrina.blogspot.pt/

ana diz:

óptimas dicas! algumas já eram hábitos meus do secundário. adorei o post!
RUN YOUR WORLD
facebook page

Isabel diz:

Gostei muito das dicas, um dia quando tiveres mais tempo podias considerar ter um blog só teu tens imenso potencial!

Daniela Monteiro diz:

Muito obrigada Isabel! Quem sabe, mas não será para breve Smile Beijinhos!