O verdadeiro propósito do exercício

1

Nov

Daniela Monteiro

dieta vitalícia, exercício, saúde

Este mês não achei que se justificasse fazer a rubrica “O mês passou a correr”, mas ainda assim queria finalizar o mês falando de exercício – e mais, propriamente saúde. Isto porque o conceito de exercício está atualmente de tal maneira associado ao fitness e à imagem, que se torna fácil esquecer aquilo que ele realmente faz. Hoje vou fazer uma pequena chamada de consciência que, espero eu, vos poderá incentivar a voltar ao aumentar a prática de exercício físico… Pelas razões mais corretas!

O exercício dá energia. Quando temos menos tempo, uma das primeiras coisas a cortar é o exercício, pois a priori pode esperar uma semana ou um mesito, certo? Na verdade, a única coisa certa é que, ao negligenciarmos o exercício para ter mais tempo, acabamos por nos tornar menos produtivos, pois o tempo acrescido está lá, mas falta a energia – a genica!

Aumenta a auto-confiança e previne depressão. Quem não se sente o maior depois de ter ultrapassado um objetivo pessoal? Seja conseguir correr 2km, fazer upgrade para os pesos de 7kg ou fazer meia maratona, o exercício é uma solução fantástica para aqueles que têm uma auto estima malnutrida, ou simplesmente não têm muito controlo/sucesso em algum setor da sua vida, de momento. Faz-nos sentir e pensar que somos mais fortes, e essa confiança flui para outras situações. Para além disso, a prática de exercício estimula a libertação de “hormonas felizes” – daí sentirmo-nos muitas vezes melhor, mais em paz. Quem nunca sentiu isso? Não sabe mesmo bem? Wink

Dá jeito na idade sénior. O exercício diário previne doenças como osteoporose, artrite e hipertensão, e embora ninguém pense nisso aos 20 anos, a melhor altura para prevenir esses problemas é precisamente enquanto somos jovens – os resultados serão visíveis a longo prazo. E não queremos todos ter 70 anos e andar de costas e pernas direitinhas, sem dores ou problemas? É preciso começar cedo!

Previne doenças cardiovasculares. Por doenças, leia-se coágulos sanguíneos, varizes, angina do peito, arritmia, trombose e mesmo enfarte do miocárdio. Podemos reduzir o nosso risco de todas estas condições com a prática de exercício adequado, e é este o objetivo primário do exercício – deixar-nos mais saudáveis. Mas quem é que pensa nisso antes de calçar os ténis e ir dar uma corrida? Não pensamos mais rapidamente naquela gordurinha que nos está a incomodar naquele sítio? E porquê? Achamos que estas doenças, que são dos principais assassinos do mundo desenvolvido, nunca nos irão afetar, ou é só porque a gordura já está  lá e parece mais importante por isso? Terá mais a ver com a pressão social de ter um aspeto de modelo?

Gostava que me falassem sobre o último ponto nos comentários, pois no fundo é essa a minha intenção com este post: levar a mão à consciência e realmente pensar sobre este assunto!

Beijinho, dani

imagens: tumblr.com

Deixe aqui o seu comentário!

Concordo totalmente contigo em todos os aspetos. Muitas vezes tento chamar a atenção das pessoas que me rodeiam, mas normalmente sou sempre ignorada. Parabéns pelo post, muito bem feito.
http://www.confissoesdandreia.blogspot.pt

Daniela Monteiro diz:

Haha eu sei como é difícil, Andreia. Uma das vantagens de escrever para um blog é de facto essa – poder falar para mais pessoas e, eventualmente, ser realmente ouvida por uma delas, levando a uma boa mudança. Obrigada, beijinhos Smile

O exercício é tão bommm. Sabe bem. Sabe mesmo bem. E faz bem Smile
http://www.alanaandkyra.com/

Daniela Monteiro diz:

“Sabe bem” – a forma mais simples e exata de o descrever! Smile

Adorava não ser preguiçosa Razz No entanto, acho que é mil vezes mais importante praticar exercício para promover a saúde do nosso corpo do que por querer ter o corpo “de sonho”.

beijinhos
http://simplicity-in-pink.blogspot.pt/

Daniela Monteiro diz:

Olá Márcia! Haha se bem me lembro não é a primeira vez que me dizes isso – é preciso acabar com essa preguiça! Arranja uma amiga mais ativa que te motive Wink Beijinhos

Diana diz:

Adorei o tema e o seu desenvolvimento! Concordo inteiramente… Hoje em dia, faz-se exercício físico porque está na moda e porque queremos eliminar umas gorduritas a mais. Mas é tão mais para além disso! Devia ser, acima de tudo, uma questão de saúde e não simplesmente uma moda (se bem que, como é óbvio, antes modas destas do que outras coisas piores!).

Daniela Monteiro diz:

Obrigada, Diana! Beijinhos

Catarina diz:

Pessoal faço exercício físico porque normalmente entro stressada e saio com uma ideia clara e precisa do que tenho que fazer e porquê.. Ajuda-me a reorganizar as ideias Wink é extremamente terapêutico Razz

Daniela Monteiro diz:

Também me ajuda imenso nesse aspeto, Catarina!

Sofia diz:

Sobre o último ponto do post acho que tens razão. Cada vez mais as pessoas praticam exercício para terem a forma desejada, sem qualquer gordinha a chatear e não propriamente por fazer bem à saúde. Todos querem ser perfeitos, corpo de modelo e etc. Acho que é mesmo preciso pensar sobre isto…..

Daniela Monteiro diz:

Nos EUA, então, parece que o pessoal só quer mesmo saber disso… A mim, parece-me preocupante :s

Eu concordo com os pontos do post.
O exercício não faz mal nenhum, muito pelo contrário Wink

Women’s Stuff