Técnicas para o melhor estudo

4

Jun

Daniela Monteiro

escola

Depois de falarmos sobre motivação/produtividade no estudo, venho trazer-vos alguns métodos. Não incluirei todos neste post, pelo que certamente irá ser útil para alguns e não se aplicará a outros – todos temos estratégias de estudo diferentes, que funcionam melhor para nós. O objetivo deste post, então, é relembrar alguns princípios básicos e inspirar-vos a experimentar técnicas novas! Smile

Locais perfeitos. Antes sequer de começar o estudo, há que escolher o local. Aconselho a variar, para evitar o tédio que o mesmo sítio pode trazer. Se estudarem longe de casa, perguntem aos vossos amigos, que certamente conhecerão melhor a zona do que vocês, onde podem estudar: há alguma biblioteca com ótima luz e muito silêncio por perto? Ou talvez uma faculdade que disponibiliza mais salas de estudo do que a vossa? Quais são os sítios mais próximos/económicos para almoçar? Levem tudo isso em consideração!

Conforto. Seja qual for o local escolhido, certifiquem-se de que estão confortáveis. Eu, por exemplo, não dispenso a garrafa de água, e prefiro usar leggings a calções ou calças justas, já que vou passar muito tempo sentada.

1

Preparar o estudo. Antes de saírem de casa (se é que vão sair) certifiquem-se de que têm o necessário: livros, anotações, tablet, sebentas, folhas em branco e marcadores serão essenciais para a maioria dos estudantes

Avaliar a situação. Se vão fazer exames, é provável que estejam mais confortáveis numas matérias do que noutras, até porque há sempre assuntos que levantam mais dificuldades. Decidam onde é que precisam de investir mais tempo e esforço, e o que é mais urgente estudar; pessoalmente, acho que é uma técnica mais eficiente do que fazer o famoso “horário de estudo” que, de qualquer forma, raramente funciona como esperamos.

Ler e relacionar. Ler (ou reler, de preferência) a matéria é importante, mas é bastante difícil aprender ou decorar dessa maneira. O nosso cérebro retém a informação com mais facilidade se fizermos correspondências. Assim, vale relacionar as várias disciplinas, associar factos a situações concretas, dar exemplos que evidenciem certa teoria, etc.

Mnemónicas. Frases, gráficos, esquemas… seja o que for, desde que seja criado por vocês! São super úteis para decorar listas e definições, e é muito mais fácil lembrarmo-nos de uma mnemónica feita por nós, porque envolveu um processo criativo da nossa parte.2

Diagramas. O meu conselho não é desatar a fazer resumos para tudo, até porque quando temos muito que estudar, os resumos podem roubar-nos tempo precioso. Em vez disso, à medida que vão lendo o vosso livro/apontamentos, esforcem-se por manter uma relação lógica; nisso, os diagramas são muito úteis, pois qualquer diagrama (mesmo que não passe de rabiscos que só nós percebemos) obriga-nos a sumarizar um assunto, relacionando e organizando através de quadros e setas. No fim de ler o assunto, lemos o “diagrama” que fizemos, e dessa forma ficamos com uma ideia bem organizada do que aprendemos.

Praticar. Seja qual for a matéria, é possível aplicar os conhecimentos em exercícios. O estudo nunca está completo sem que haja prática, pois só aí é que descobrimos o que não percebemos e quais são as nossas dúvidas.

Aprender, e ensinar. Sempre que possível, tirem dúvidas aos vossos colegas. Explicar o que sabemos obriga-nos a ter imensa confiança nos nossos conhecimentos, e acabamos por pensar (e confirmar) duas vezes se o que dizemos está correto.

Usar cartões. Se tiverem mesmo muitas coisas para decorar, experimentem fazer cartões com um resumo de cada uma. Usem cores e formas diferentes de acordo com uma ordem/lógica que tenham criado vocês próprios, de forma a criar as tais associações.

Manter o corpo ativo. Por fim, não podia deixar de referir… Não deixem de se mexer! Nos intervalos, aproveitem para andar (enquanto lancham, porque não?) e não descurem o exercício e a alimentação!

Desejo bom trabalho a todos os que, como eu, entram agora em época de exames! Se tiverem mais conselhos, não deixem de comentar Smile  Beijinho, dani

imagens: tumblr.com

Deixe aqui o seu comentário!

estava neste momento numa pausa nos estudos, estou desde as 6 da manhã nisto. E tens razão é melhor fazer ligações do que só ler!

Daniela Monteiro diz:

Desde as seis da manhã com muitas pausas, espero eu! Wink

Tal como tu, eu também estou agora em época de exame e as tuas dicas foram óptimas. Principalmente a dos diagramas são práticos e mais rápidos do que os habituais resumos.

http://mourissima.blogspot.pt

Daniela Monteiro diz:

Olá Marta! É das minhas técnicas favoritas Smile Boa sorte!

Excelentes dicas, principalmente em relação aos intervalos. Parar para respirar e fazer um pouco de exercício pode fazer milagres ao estudo. Devo admitir que, para mim, a melhor forma de decorar a matéria era explicá-la a um amigo imaginário. Soa ridículo mas o que funciona, funciona ahah. 

Marta Rodrigues, Majestic xx

Daniela Monteiro diz:

Haha também faço isso Marta, e funciona às mil maravilhas Smile

Gosto muito deste tipo de posts. Parabéns, até porque são muito úteis. Este ano vou ter exames às duas disciplinas em que me sinto menos confiante e de facto o stress é um grande problema a combater. Sugeria-te um post do género “combater o stress em épocas de exames”. Na verdade é a primeira vez que vou ter exames “a sério” e gostava mesmo de ver mais posts relacionados com esta temática, mesmo na parte de resolução de exames e o que usarmos e fazermos no próprio dia, uma vez que vocês têm muita mais experiência.
Obrigada. Beijinho,
Andreia.

http://www.confissoesdandreia.blogspot.pt

Daniela Monteiro diz:

Olá Andreia! Posso falar sobre isso, sim, embora agora já seja um pouco tarde… Espero que ainda vá a tempo de ajudar! Beijinho