Cozinha saudável em 6 passos

28

Jul

Daniela Monteiro

alimentação, dieta vitalícia, saúde

Estava eu a espiar as novidades do fitness pelas minhas revistas favoritas, quando encontro um artigo sobre dicas para cozinhar de forma mais saudável. Achei tão realista e aplicável, que não podia deixar de partilhar convosco!

Sal. É sabido que as pessoas com complicações de saúde como a hipertensão e excesso de peso devem ter especial atenção ao sal que ingerem, mas desenganem-se se pensam que são os únicos! A prevenção também passa pelo controlo do sal na nossa dieta. A regra geral para diminuir o sal nas receitas é compensar com outro ingrediente de sabor intenso, de forma a não perder o sabor do prato. As ervas aromáticas e pimento são opções clássicas, mas também é a mostarda, chili e vinagretes.

Couve-flor é uma das melhores formas de obter consistência sem adicionar calorias vazias. Podemos adicioná-la a sopas e molhos de maneira a engrossar os mesmos, com o bónus de todos os benefícios das crucíferas.

tumblr_nfa2tulrGk1sn5m44o1_1280

Métodos. Todos sabemos que um ovo cozido nos poupa a ingestão do óleo da versão estrelada… mas a segunda opção é mais rápida (e saborosa), certo? Não necessariamente! Alarguem os horizontes com receitas de grelhados e escalfados, e caprichem no tempero; verão que os fritos não fazem tanta falta como pensamos.

Sumo. Os sumos de fruta e legumes são autênticos concentrados de vitaminais e minerais, que tanto negligenciamos na caça constante às calorias, que adquiriram uma conotação tão negativa nos últimos anos. Esqueçam as más línguas que dizem que os sumos têm demasiado açúcar, pois a maioria dos sumos naturais não têm um índice glicémico tão ridículo como os refrigerantes que bebemos e que não passam de copos de água com açúcar e aditivos. Façam os vossos próprios sumos, com ingredientes frescos, e desfrutem!

Batota. De vez em quando todos precisamos de fugir à regra, mas podemos fazê-lo com inteligência. Há imensas alternativas para os ingredientes mais prejudiciais, bem como outras estratégias, algumas das quais referi neste post.

Maximizar tanto o tempo, como os nossos pratos. No caso das sopas e molhos, ao deixar ferver o sabor torna-se muito mais intenso, uma vez que, à medida que a água evapora, o preparado fica mais concentrado. Por outro lado, se os cozinharmos na noite anterior, há sempre a vantagem de retirar as gorduras que se acumulam na superfície.

Digam lá se não são ótimos conselhos? Confesso que estava a precisar de os ouvir! E vocês, têm mais alguma dica de cozinha saudável? Smile  Beijinho, dnai

fonte: www. self.com

imagens: tumblr.com

Deixe aqui o seu comentário!