Poupar (e ainda trabalhar) durante as aulas

1

Set

Daniela Monteiro

dinheiro, escola, poupar, regressoàsaulas, universidade

Em tempo de aulas, no meu caso na faculdade, tendemos a passar mais tempo fora de casa, e as despesas em transporte e alimentação tendem a subir, para não falar no material escolar e, se for o caso, alojamento. Esta é sem dúvida a altura de começar a modificar os hábitos de férias e estabelecer prioridades face aos gastos que o ano letivo envolve. Como tal, venho dar-vos algumas dicas de ouro para vos ajudar a poupar e também ganhar dinheiro, com várias dicas para os universitários! Boa? Smile

Bolsa de estudos. Se de facto tiverem dificuldades financeiras, as bolsas existem precisamente para vós. Não deixem de se candidatar!

Transportes públicos. Normalmente compensa sempre tirar passe, mesmo que só tenham duas semanas de aulas. Os transportes públicos são no geral mais acessíveis do que a deslocação própria, e estão, com raras exceções, sempre à vossa disposição, com atrasos mínimos (no Porto, pelo menos, é a minha experiência). Por isso, aconselho-vos a usufruir deles, e poupar em combustível, portagens, arranjos mecânicos e outras despesas de um carro. De resto, é claro, andar a pé é sempre uma ótima opção, caso o percurso seja curto!tumblr_mqcdrl7Stq1ramayko1_1280

Dividir casa. Quem estuda numa faculdade longe de casa irá precisar de encontrar alojamento. A residência universitária é das opções mais em conta, mas se escolherem arrendar casa, façam por encontrar um ou mais colegas para morar! É claro que essa escolha deve ser cautelosa, e devem ter em conta não só se a pessoa e os seus hábitos são compatíveis convosco, como as próprias condições da casa.

Listas e promoções. Mais uma vez, a pensar nos universitários – aproveitem as promoções! Quer escolham fazer compras online ou em loja, vejam sempre o folheto de promoções dos super/hipermercados mais próximos. Além disso, fazer compras para a casa sem uma lista é proibido, pois acabarão sempre por comprar algo desnecessário ou em demasiada quantidade!

Planeamento de refeições. Todos os fins de semana, tomem o hábito de fazer uma lista de refeições para a semana seguinte. Quando forem às compras, levem essa lista, além daquela onde vão apontando o que falta, para que comprem exatamente aquilo que precisam, e nada mais. É claro que é sempre boa ideia comprar uma lata de atum extra, caso o amigo vá jantar lá a casa Wink Deixo algumas sugestões giras de post-it, ímans e agendas, muito úteis para estas listas e apontamentos.

Podem clicar sobre os artigos para saber detalhes e preços

Levar lanches de casa. Fazer almoço para o próximo dia, todos os dias, pode tornar-se cansativo, e acaba por não compensar se escolherem almoçar na vossa cantina. No entanto, nunca deixem de tomar o pequeno-almoço em casa e levar o vosso próprio lanche (e água!). Esta simples mudança pode poupar-vos até 15€ por semana, além de resultar numa alimentação bem mais nutritiva.

Do it yourself. A vida de universitário tem muitas primeiras vezes, e incluem os pequenos trabalhos de casa. Aprender a coser um botão, desentupir o lava-loiça e outras tarefas simples pode poupar-vos bastante a longo prazo, além de que vos torna mais independentes.

Livros usados. Podemos encontrar livros usados em muito bom estado, sendo esta uma das principais despesas na escola.

Objetivos de poupança. Delinear objetivos para investir as vossas poupanças, como por exemplo comprar um casaco em outubro, é uma ótima forma de ter ainda mais alento para poupar. Afinal, temos de saber para que é que poupamos, certo?tumblr_nzc9x8clAg1u7zq4qo1_1280

Part-time. Muitos estudantes trabalham para pagar (ou ajudar a pagar) as suas propinas, e um horáro part-time é o mais fácil de conciliar. Quando procurarem, perguntem nas redondezas da vossa habitação/faculdade primeiro, pois se encontrarem algo perto, melhor!

Explicações. Seja de forma profissional ou aos primos e sobrinhos, não deixem de o fazer com responsabilidade, pois para dar explicações é preciso de facto entender sobre o assunto!

Venda por catálogo. A venda de marcas como Avon, Yves Rocher, Oriflame etc. é uma ótima opção principalmente se venderem numa área com poucas vendedoras. À mãe e amigas, tia e amigas, vizinhas e amigas… É uma questão de criarem a vossa própria rede de contactos.

Venda online. Se têm artigos em bom estado que não usam, do que estão à espera para vender? Wink Nos sites que já são da praxe, é possível vender quase tudo e, dependendo dos artigos que têm para dispensar, podem juntar uma quantia simpática.

O post ficou longo mas, espero eu, também útil! Além de uma ajuda, que sirva como lembrete de que estes “truques” estão todos ao nosso alcance. Poupar, como tudo, apenas exige dedicação, e alguma imaginação! Smile  Beijinho, dani

Deixe aqui o seu comentário!

Marta Mouro diz:

Gostei imenso do post! Deu mesmo uma grande ajuda porque vou para a Uni este ano e como fica a 300km de minha casa estou um pouco nervosa