Uma cozinha universitária mais saudável

8

Set

Daniela Monteiro

alimentação, regressoàsaulas, saúde, universidade

A ideia da má alimentação que a universidade potencia é motivo de inquietação para muitos caloiros, ainda mais para as raparigas no geral. Ora, saibam que isso não tem de acontecer! Trago-vos algumas dicas que vos deixam bem prevenidos, e sem desculpas para que esse desleixo aconteça.

Não resisti a incluir o atum enlatado neste quadro – um clássico! Na verdade não há razão para o evitarem completamente, desde que não esteja na ementa todos os dias. Prefiram o atum em azeite (moderando o teor de gorduras no prato final, claro) e mantenham-no sempre na despensa, pois poderá evitar muitas pizzas.

Podem clicar sobre itens para saber detalhes

Outro item que não falta é mesmo a massa, principalmente, o esparguete. Para tornar a refeição mais nutritiva, escolham massa integral, que por conter mais fibra vos deixará saciados por mais tempo e evita aquela sensação de sonolência que uma refeição pesada pode trazer - e ninguém quer ficar sonolento antes de uma aula ou estudo, certo? Incluí também dois livros de receitas, porque são uma ótima forma de inspiração para ir inovando na cozinha, e não cair na monotonia das mesmas refeições.

Os vegetais não podem sair da vossa lista de compras! Se acharem difícil consumir antes que se estraguem, é porque provavelmente não estão a gerir bem as compras, mas de qualquer forma os vegetais congelados e leguminosas enlatadas são uma forma de contornar o problema, bem como fazer sopa para a semana e congelar. Os ovos são uma fonte de proteína rápida de confecionar, pelo que vos aconselho a ter sempre uma caixa por casa. Dica: combinem com vegetais como espinafres e bróculos, juntem tomate aos cubos, cogumelos, um pouco de queijo, salsa e cebola e terão uma ótima "refeição de emergência".theviewfromgreatisland.com

E, se querem mesmo ter uma alimentação mais saudável, façam por ter um stock de opções hiper nutritivas como chia e quinoa, que se incorporam facilmente em muitos pratos, lanches e pequenos-almoços. Optar por iogurte grego, pão integral, fiambre de carne branca, queijo magro e peixe congelado são pequenos hábitos que acabam por ter o maior impacto na nossa alimentação! Lembrem-se que tudo se resume a planear as compras, pois se estiver em casa, comerão, certo?

No ritmo frenético que a universidade nos lança, é muito fácil descurar a alimentação, e o resultado são estudantes com baixos níveis de energia, constantemente cansados. Por isso, é importante planear bem as compras e ter sempre opções rápidas (mas nutritivas) em casa, para os dias mais caóticos, e tudo correrá bem! Smile

Beijinho, dani

imagem: theviewfromgreatisland.com

Deixe aqui o seu comentário!