O semi formal jovem

25

Mar

Daniela Monteiro

eventos, roupa

Foi quando entrei na faculdade que comecei a sentir a necessidade de adotar, por vezes, um estilo um pouco mais formal. No entanto, a maioria das situações não se insere num contexto propriamente formal, nem no de “calças de ganga e t-shirt”, de maneira que tive de encontrar um meio-termo que funcionasse para mim. Certamente conseguem identificar-se com esta situação!

 

Não há dúvida que o meu “uniforme” envolve muitas vezes o blazer e a clássica camisa branca. O truque é evitar cortes muito estruturados: o blazer, por exemplo, pode nem ter botão à frente, se tiver padrão melhor, e a camisa pode ser ligeiramente oversize e mais leve (mas não transparente)!

Os sapatos rasos são uma ótima opção, principalmente quando não sabemos se vamos passar muito tempo de pé. Além disso, são mais casuais do que um salto fino. Nem todos os mocassins me agradam, mas quando encontro o par perfeito, é magia! Adorei estes da Zara, e a cor combina perfeitamente com neutros. As botas também não estão proibidas, mas neste caso prefiro os saltos, desde que confortáveis.

Os vestidos são mais complicados, uma vez que facilmente se torna demasiado. Evito sempre cortes demasiado longos ou demasiado curtos, e tecidos como o veludo e cetim. Nas cores, aposto nos neutros ou monocromáticos, eventualmente com um padrão discreto, e no corte simples sem recortes ou folhos. Pessoalmente, não vejo mal em escolher um vestido justo, desde que o comprimento e decote sejam adequados, da mesma forma que um vestido mais solto como este verde também é apropriado, desde que favoreça a figura.

Mas com o vestido vêm os saltos altos, certo? Errado! É certo que favorecem mais, mas os sapatos rasos continuam a ser boas opções. Mocassins, oxford, brogue ou umas simples sabrinas lisas ou com um pormenor metálico são ótimas escolhas!

E vocês, concordam com as minhas escolhas?  Smile Beijinho, dani

Deixe aqui o seu comentário!