Um fim de semana em Viena

10

Out

Camila Bento

Viagens, Viena

Como podem ter visto no meu Instagram (@camilanbento), visitei Budapeste e Viena. Foi uma viagem muito gira, sendo que o fim de semana em Viena foi passado com mais 5 raparigas, o que tornou estes dias ainda mais divertidos! Hoje quero falar-vos um pouco mais sobre Viena, uma capital encantadora, mas com um custo de vida bastante elevado!

Começando pelo início: a viagem e o alojamento. O meu voo foi para Budapeste, onde passei os últimos dias da viagem. Assim, apanhámos um autocarro de Viena para Budapeste e voltámos para Budapeste da mesma forma. As viagens ficaram em 33€, um valor, na minha opinião, super acessível.

Relativamente ao alojamento, optámos por reserva um airbnb e tivémos imensa sorte! Arriscámos num apartamento sem comentários, mas que parecia muito bom nas fotografias. Estávamos com algum receio, mas quando chegámos ao apartamento, percebemos que correspondia ao que estava na internet e não tinha comentários porque estávamos a estrear a casa. O valor, para as três noites, foi 50€ a cada uma. A localização também era muito boa, pois permitiu-nos ir a pé para quase todo o lado! Deixo-vos aqui o link do apartamento pois penso que vos pode interessar!

Viena é uma cidade muito pacata, onde me senti muito segura! Tem muitos espaços verdes e, como acabamos por ver em muitas cidades europeias, as pessoas andam muito a pé! As viagens de metro são bastante mais caras do que cá em Portugal (2€20 cada) e nós optámos por andar a pé… Faz-se muito bem, por isso, recomendo que façam o mesmo se não estiverem super apertados de tempo!

Grande parte dos museus tem um custo de entrada bastante elevado. Nós estivemos em Viena no primeiro domingo do mês, mas não compensou assim tanto, visto que poucos museus eram gratuitos. Podem ver aqui a lista de museus gratuitos, de forma a escolherem os que preferem visitar.

Vale a pena conhecer algumas igrejas espalhadas pela cidade!

Decidimos também aproveitar a oportunidade para assistir a uma ópera por 3€. Podem visitar este blog para ver mais informações sobre estes bilhetes especiais. 

Os edifícios mais emblemáticos são incríveis, bem como os jardins que os rodeiam. O Palácio Belvedere é imperdível, sendo que no museu podem encontrar algumas obras emblemáticas, como o Beijo de Klimt! O Palácio de Schönbrunn é outra das grandes atrações de Viena, sendo que até nos faz um pouco lembrar Versailles!

Já tenho dito por aqui que quando viajo gosto muito de visitar os mercados, pois acho que nos permitem conhecer melhor a cultura e até experimentar coisas novas. O Naschmarkt é um mercado a céu aberto com uma extensão considerável de stands com produtos típicos, frutas, legumes, flores…

Acho que visitei Viena numa ótima altura, pois consegui aperceber-me de que é uma cidade com espaços exteriores muito agradáveis. Como ainda não estava frio (porém não estava o calor de Portugal, claro!!), havia imensas pessoas na rua e em jardins a ler, a descontrair…

Existem vários cafés que são verdadeiramente míticos. Nós acabámos por visitar o café Sacher, onde comemos o clássico bolo de chocolate. Vale muito a pena pela experiência, já que o espaço é lindo e muito luxuoso, mas confesso que não fiquei assim tãaaao fã do bolo e não o coloco no meu top 3 aliás!Outra dica que tenho para vocês é o restaurante Miznon. Encontrei-o na internet numa lista de restaurantes acessíveis em Viena (coisa rara!). Por lá, podemos comer pão pita com recheios muito, muito bons! O ambiente do restaurante é ótimo e ainda tem a particularidade de ter alguns empregados brasileiros que são uma simpatia!

As ruas antigas de Viena são absolutamente encantadoras! Gostei muito do facto de se notar que as construções estão todas muito em harmonia umas com as outras, tanto a nível do tipo de construção, como das cores! Veem-se também muitos passeios de charrete!

Fomos também conhecer a Hundertwasserhaus, uma das construções mais conhecidas em Viena, que tem como particularidades as suas cores que dão a imagem de um puzzle, as árvores que fazem pensar numa cascata de planta e as linhas irregulares.
O nosso fim de semana em Viena terminou no Prater, um parque de diversões gratuito e o mais antigo da Europa! Tem imensas atrações (com preços entre os 1€ e os 5€) e nós andamos no Prater Turm (o da esquerda) – foi super giro, até porque tivemos uma vista sobre Viena incrível!

E, resumidamente, foi este o nosso fim de semana! Conto em breve falar-vos de Budapeste! Smile

Liliana diz:

O link não está a funcionar Frown

Fiz Erasmus em Budapeste e também aproveitei para ir um dia a Viena. Por azar estava mau tempo e confesso que não fiquei deslumbrada com a cidade, mas espero um dia voltar para conhecer mais e melhor.Smile Também tenho pena de não ter assistido a uma ópera, não sabia da existência desses bilhetes.

Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

Ana diz:

Olá Camila, não sei porquê o link da casa airbnb não está a funcionar comigo Frown
Podes indicar outra forma de chegar à pessoa?