2018, podes vir

31

Dez

Camila Bento

Sem categoria

2017 foi um ano duro porque levou uma das pessoas mais importantes e que será sempre uma referência na minha vida. E por mais esforços que façamos para andar felizes e ver o lado positivo das coisas, nada apaga essa tristeza. Mas 2017 também teve coisas bonitas: vi a minha avó a recuperar de um cancro nos meses a seguir a ter perdido o seu companheiro de toda uma vida, comecei a estudar numa área onde me vejo no futuro (Marketing Intelligence), eliminei da minha vida assuntos que nunca iriam estar 100% resolvidos, deixei entrar pessoas que valem a pena, reforcei amizades que sei que são para a vida e, acima de tudo, senti que cresci…

Percebi que as redes sociais estão a consumir a nossa sociedade e senti que não quero fazer parte disso, colocando-me à margem disso sempre que posso. Sinto também, neste último dia do ano, que sou mais tolerante do que era no primeiro, pois todos os dias faço um esforço nesse sentido.

2018 traz um novo recomeço e eu estou a torcer por um ano melhor. E como se costuma dizer, mesmo que seja clichê: Que 2018 venha com saúde e paz, o resto a gente corre atrás!

Bom ano a quem está desse lado! Um beijinho grande

Deixe aqui o seu comentário!

Parabéns pela coragem, pela sinceridade e pela capacidade de “fugir” do ritual social!

Que 2018 te traga mais crescimento e muitas alegrias!

Olívia diz:

Espero que este ano te traga muitas coisas boas. Perder alguém nunca é fácil, e este ano perdi também o meu avô.
Um beijinho grande*
Vinte e Muitos