Apresentando a Categoria: cardio

5 razões para marcar uma aula de yoga

14

Jan

Daniela Monteiro

cardio, exercício, saúde

Com o início do novo ano vêm as inscrições no ginásio, mas rapidamente as aulas de spinning exaustivas e as horas infindáveis na sala de musculação reduzem os níveis de motivação para aparecer por lá. Nada como experimentar uma aula nova e desafiante, como o yoga! Não há dúvida que a modalidade está na moda, e assim se mantém há uns bons anos. Há boas razões para isso e, se ainda está reticente quanto à sua estreia, aqui ficam cinco.

Aumenta a flexibilidade e melhora a postura. Os dois aliados proporcionam um andar e movimentos mais livres e elegantes no dia a dia. Além disso, diminui as tensões musculares associadas à posição sentada que tantos nós adotamos diariamente.

Gasta calorias. Uma vez que a maioria das posições envolvem vários grupos musculares, o yoga (consoante a vertente) é uma atividade surpreendentemente completa e exigente.

(Basta clicar sobre o artigo para ver detalhes)

Continuar a ler

Exercícios para gastar aquelas calorias… sem sair de casa!

24

Abr

Daniela Monteiro

cardio, exercício, saúde

Na semana passada prometemos que não é preciso correr para gastar calorias, e ficou o compromisso de trazer outro post com mais sugestões. Não preciso de perguntar se estão prontos – venham elas, certo? Wink

Continuar a ler

Gastar calorias – sem corrida!

14

Abr

Daniela Monteiro

cardio, exercício, saúde

Vou ser sincera e dizer que não percebo como alguém pode não gostar de correr. Para mim pouca coisa é capaz de me acalmar e equilibrar o espírito e o corpo como uma boa corrida! De qualquer forma, é frequente pensarmos que, para perder peso, é preciso fazer dieta e correr, o que não passa de uma ideia obsoleta!

Para perder peso (em gordura) é preciso comer bem e acelerar o processo com exercícios que levem ao consumo dessa gordura indesejada, que nos serve como fonte de energia, qual máquina. No entanto, isso não precisa de passar pela corrida, muito menos se não forem fãs.O segredo para gastar calorias é praticar exercícios que envolvam o máximo de movimento/músculos possível. Nesse sentido, músculos maiores gastarão mais energia – daí a corrida ser tão popular, já que trabalha tanto as pernas e não exige imensa coordenação.

Continuar a ler

Refeição pré-corrida

13

Jan

Daniela Monteiro

alimentação, cardio, saúde

Quem diz corrida diz uma aula de spinning, ou qualquer outra atividade que envolva um gasto prolongado de energia. Para conseguir dar o máximo sem comprometer a segurança, é necessário um cuidado redobrado com o que ingerimos antes, e hoje dou-vos algumas dicas nesse sentido!

Mais importante do que o que comemos, é quando. Confesso-me culpada de comer demasiado em cima da hora do exercício, o que pode causar complicações perfeitamente evitáveis. Devemos deixar cerca de 30min de intervalo entre a nossa última refeição e o exercício.

Quando se segue um elevado gasto de energia, é importante incluir hidratos de carbono de rápida absorção – ao contrário do que recomendaria em qualquer outra altura do dia. Por outro lado, a porção de proteína poderá ser reduzida. E, para além de o potássio evitar as cãibras musculares, ajuda também a manter a pressão arterial equilibrada, dois pontos importantes para quem planeia esforçar o sistema cardiovascular. Tendo tudo isto em conta ficam, então, algumas sugestões.

tumblr_n9cesa5wdP1t5iqlno1_1280 Continuar a ler

7 minutos de exercício

26

Ago

Daniela Monteiro

cardio, dieta vitalícia, exercício, plano de treino, saúde

Confesso-me culpada de, desta feita, não vos trazer notícias das mais fresquinhas. O artigo que me leva a escrever este post foi publicado há mais de um ano, mas foi recentemente que tomei conhecimento do mesmo e, se vocês também não o leram, talvez me possam perdoar e vê-lo, afinal, como uma novidade útil Wink

Estou eu então a falar sobre o treino que tem como base o HIIT (high intensity interval training), que esteve em voga precisamente em 2013. Ora, a American College of Sports Medicine parecer ter decidido abraçar o conceito, e apresentou um treino constituído por 12 exercícios relativamente básicos, em que apenas são necessários o próprio corpo, uma cadeira e uma parede, e cerca de 7 minutos a dispensar.

Continuar a ler